Aluguel

Número de ações locatícias aumentam no primeiro semestre em São Paulo

De acordo com levantamento divulgado pelo Secovi-SP, crescimento nos seis primeiros meses do ano foi de 11,37%

Por  Fabiana Pimentel

SÃO PAULO – O número de ações locatícias registradas no Tribunal de Justiça do Estado de SP cresceu 11,37% no primeiro semestre de 2012, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo revela levantamento realizado pelo Secovi-SP (Sindicato de Habitação).

De acordo com a pesquisa, no Fórum da cidade de São Paulo foram registrados no período 10.600 processos, enquanto nos seis primeiros meses do ano passado o número era de 9.518. Na comparação mensal, entre maio e junho, houve queda de 21,47%.

Para o diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP, Jaques Bushatsky, a inadimplência é o principal motivo para o crescimento das ações. “Tradicionalmente, a inadimplência origina boa parte dos processos locatícios”, comenta. Ele ainda lembra que vários indicadores de inadimplência fecharam o primeiro semestre em ascensão, muitos em patamares mais altos que os de locação. “O Índice de Inadimplência do Consumidor da Serasa Experian, por exemplo, registrou alta de 19,1% no período, bem acima, portanto, dos 11,3% das ações locatícias.”, completa.

Ocorrências
O levantamento indicou que as ações por falta de pagamento continuam respondendo pela maioria dos processos, com 8.408 ações no semestre.

No mês de junho, foram 1.297 ações por falta de pagamento, contra 1.591 realizadas em maio.

Compartilhe