O que rolou?

Notícias da semana: desconto na energia elétrica, alta de juros e mais

Confira o que movimentou o noticiário na semana e descubra a relação entre cerveja e desconto na energia elétrica

Por  Mariana Amaro -

Selic a 12,75%

Surpreendendo um total de ZERO pessoa, o Comitê de Política Monetária do Banco Central decidiu elevar a Selic em 1 ponto percentual, para 12,75% ao ano, na reunião desta quarta-feira (4).
Este foi o décimo aumento seguido e fez com que a taxa básica de juros alcançasse seu maior patamar desde o início de 2017.

Juros em alta nos Estados Unidos

O aumento de taxa de juros não é exclusividade do Brasil. Também houve aperto monetário nos Estados Unidos. Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, aumentou a taxa de juros do país em 0,5 p.p.. Esse foi o primeiro aumento desta magnitude em 22 anos.

R$ 1 trilhão em impostos

Lá se vai o nosso dinheiro. Os brasileiros já pagaram R$ 1 trilhão em impostos neste ano. A marca foi alcançada nesta terça-feira (3) no Impostômetro, um placar da Associação Comercial de São Paulo. No ano passado, esse valor foi batido em 19 de maio. A culpada é a de sempre: inflação, que faz aumentar o preço dos produtos e, consequentemente, dos impostos embutidos. Haja bolso!

Fora da festa

Na segunda-feira (2), foi divulgada a lista de países convidados para a reunião de líderes do G7 (formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido). Foram convidados os governos da África do Sul, Índia, Indonésia e Senegal. Pela quarta vez seguida, o Brasil ficou de fora do encontro. 

2 casas decimais

A partir de sábado (7), os postos de combustíveis deverão mostrar os preços com apenas duas casas decimais. Os visores das bombas costumam ter três casas decimais e não precisarão ser trocados contanto que a terceira casa decimal seja zero e fique travada no momento de abastecimento.

20% de desconto

A cervejaria Heineken colocou no ar um programa que prevê descontos de até 20% para consumidores pessoas físicas na conta de luz. Saiba como participar do projeto no link.

Preço alto

A União Europeia propôs nesta quarta-feira (4) mais um embargo ao petróleo da Rússia, além de sanções ao principal banco do país e a proibição de emissoras russas de radiodifusão das ondas de rádio europeias. Se for aprovada, essa seria a sexta rodada de sanções imposta para fazer a Rússia pagar “um preço alto por sua agressão brutal”, disse o presidente da Comissão Europeia.

CriptoIPTU

Calma, os donos de terrenos no metaverso ainda não precisarão pagar IPTU. A notícia é que a prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que os  donos de imóveis cariocas poderão pagar o IPTU (de terrenos reais mesmo) com criptomoedas a partir de 2023.

A volta dos que não foram

Lembra da crise global dos semicondutores que paralisou a fabricação de computadores, celulares, carros e até cartões de crédito no mundo? Ela está de volta. A Volkswagen vai parar sua produção na fábrica de São Bernardo do Campo por 20 dias a partir da próxima segunda-feira (9).

Futebol sem bola?

Depois da descoberta do McPicanha sem picanha, do McDonald’s, e do Whopper Costela sem costela, do Burger King, o Senado Federal pediu uma explicação para as duas redes de fast food. A audiência foi marcada para a próxima quinta-feira (12). Vamos ficar de olho, mas aproveitamos para deixar no ar a pergunta: o que viria depois? Quinta-feira sem feira? Futebol sem bola?

Mistura do Brasil com o Egito

A Polícia Federal cumpriu oito mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária em cidades catarinenses como Balneário Camboriú. O alvo? Uma quadrilha, de cerca de 20 pessoas, que criou empresas que atuavam como “bancos digitais” sem autorização do BC e da CVM. O grupo prometia rendimentos acima do mercado, negociando criptomoedas e lesou mais de 120 pessoas com prejuízo estimado de R$ 15 milhões. Não era amor, era pirâmide.

Silêncio dos inocentes?

Declarações polêmicas atrapalham o planejamento das campanhas dos principais candidatos ao Planalto, e suas equipes sabem que, em determinadas ocasiões, o silêncio é um aliado. Esse foi o tema do Timing Político desta quarta-feira (4), que conta com a participação do analista de política da XP Paulo Gama, do presidente do Instituto Locomotiva Renato Meirelles e do professor do Insper Carlos Melo. Assista.


Parte deste conteúdo foi enviado, com exclusividade, aos assinantes da newsletter IMpulso, a resenha semanal do que importa para o seu bolso. Inscreva-se grátis para receber todas as quintas-feiras.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe