Em minhas-financas

Economia com prazer: é possível poupar sem sacrifícios

Planejar gastos e economizar não significa privar-se de todas as atividades e mudar radicalmente seu modo de vida

SÃO PAULO - Planejar gastos e economizar não significa privar-se de todas as atividades e mudar radicalmente seu modo de vida. Significa tomar determinadas atitudes como forma de garantir uma independência financeira e um futuro melhor.

Chegar ao fim do mês com as contas em dia e ainda com dinheiro no bolso pode depender de algumas atitudes simples que, planejadas, garantem seu conforto sem lhe transformar em um muquirana, escravo do dinheiro.

Economia com prazer
A decisão de economizar, quando tomada de forma consciente, ou seja, fora de momentos de extremas necessidades, pode se tornar prazerosa, pois é possível planejar para o futuro, mantendo determinados hábitos sociais e de consumo.

Atenção às dicas:

  • Com amigos: Rejeitar todos os convites para sair com os amigos pode transformá-lo em um anti-social. Mesmo que seu objetivo futuro esteja em primeiro lugar, sair para jantar ou para um bate-papo num barzinho, uma vez ou outra, não vai acabar com suas finanças. Uma boa planilha de orçamento deve conter um espaço para esses eventos, afinal, ninguém é de ferro!

  • Compras: Controlar gastos supérfluos e evitar comprar tudo o que vê pela frente é a melhor atitude de quem está economizando. No entanto, gastos com alimentação são considerados essenciais. Fuja dos produtos de marca e opte por aqueles de marcas próprias. São mais baratos e, muitas vezes, não têm diferença nenhuma. Experimente!

  • Com a família: Final de semana com as crianças. Depois de uma semana de trabalho, esse é um período sagrado para curtir com os filhos. Opte por programas gratuitos, como parques e piqueniques. Assim, economizando de vez em quando, você poderá planejar certas extravagâncias, como uma viagem, por exemplo.

  • Roupas: Não confunda falta de vaidade com desleixo. Você pode até não se considerar uma pessoa vaidosa, mas não é por isso que vai sair às ruas ou ir ao trabalho desleixado. Na hora de comprar roupas, não precisa ir atrás das marcas ou da última moda. Opte por peças básicas e que combinem entre elas. Assim, você estará arrumado, sem estourar o orçamento e muito menos parecer usar sempre a mesma roupa.

Lembre-se: estas e outras atitudes, bem simples de serem tomadas, podem, com o tempo, se tornar rotineiras. Assim, economizar e planejar vai deixar de ser um martírio e virar um hábito prazeroso, em busca de um futuro financeiro mais tranqüilo.

 

Contato