Em minhas-financas

Entrega gratuita de sacolas nos supermercados termina nesta quarta em São Paulo

Estabelecimentos são obrigados a vender sacola reutilizável pelo valor de R$ 0,59 até o mês de agosto

SÃO PAULO - A partir desta quarta-feira (4), os supermercados paulistas deixam de entregar as sacolas plásticas gratuitas.

Por outro lado, os estabelecimentos serão obrigados a manter a venda de sacolas reutilizáveis por R$ 0,59.

Sem sacolas
A princípio, o fim da distribuição gratuita de sacolas nos supermercados seria no dia 25 de janeiro, em comemoração ao aniversário da cidade de São Paulo.

Porém, um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), assinado entre a Apas (Associação Paulista de Supermercados), a Fundação Procon-SP e o Ministério Público do Estado de São Paulo, estabeleceu que o consumidor deveria ter um prazo de 60 dias para se adaptar à nova regra.

Veja algumas alternativas, que o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) preparou para substituir as sacolas plásticas:

1. O uso de caixas de papelão é uma boa solução na hora de fazer grandes compras nos supermercados. Separar os itens e colocá-los em caixas facilita o transporte até o carro.

2. Também é possível usar o próprio carrinho de compras para o transporte até o carro. Essa alternativa só não é recomendada no transporte de produtos frágeis;

3. As sacolas feitas de tecido, popularmente conhecidas como ecobags, são retornáveis e podem ser utilizadas em compras pequenas. Existem alternativas cada vez mais compactas, que, dobradas, cabem na bolsa ou na mochila;

4. As sacolas de feira ou mesmo os carrinhos, tão usados por nossas avós, também se encaixam em alternativas sustentáveis. Quase sempre são feitas de tecido ou de um plástico mais resistente, e também servem no momento de transportar compras pequenas;

5. Nas feiras livres, a campanha de substituição das sacolas não se aplica, portanto, as frutas e verduras poderão continuar sendo embaladas em plásticos, mas se recomenda que os carrinhos de feira sejam utilizados para o transporte das mercadorias.

 

Contato