Em minhas-financas

SP: consumidor aprova fim das sacolinhas, mas é contra cobrança das biodegradáveis

Pesquisa mostra que 57% dos paulistanos são a favor do fim das sacolinhas, mas 66% são contra cobrança das biodegradáveis

SÃO PAULO - Mais da metade (57%) dos paulistanos é a favor do fim do uso de sacolinhas plásticas nos supermercados, mas 66% são contra a alternativa de comprar sacolinhas biodegradáveis, segundo pesquisa realizada pelo instituto Datafolha.

Entre os que são a favor do fim das sacolas descartáveis, destacam-se os mais escolarizados, com 66%, e os que têm maior renda familiar mensal, com 72%.

A pesquisa ainda  mostrou que 40% dos 1.090 entrevistados são contra o fim do uso das sacolinhas nos supermercados.

Sacolas biodegradáveis
Com relação à cobrança pelas sacolinhas biodegradáveis, 66% dos entrevistados se colocaram contra e ainda 57% disseram que não pretendem comprar essas sacolas nos supermercados.

Apenas 32% disseram ser a favor da venda e 40% disseram que irão comprar as sacolas. A alternativa mais utilizada pelos paulistanos será a utilização de sacolas retornáveis, que foi opção de 63% dos entrevistados.

Já para  24% dos paulistanos, a melhor opção será a utilização de caixas de papelão; 20% vão usar carrinhos de feiras e 16% pretendem comprar as novas sacolas biodegradáveis.

 

 

 

Contato