Lista seleta

Mais apês, menos comércio: 9 das 10 ruas mais caras de SP têm poucas lojas e escritórios; confira lista

Estudo da Loft mostra os tipos de imóveis em cada uma das 10 ruas mais valorizadas da capital paulista

Por  Equipe InfoMoney -

As ruas com o metro quadrado mais valorizado da cidade de São Paulo são, em sua grande maioria, residenciais, com poucos escritórios e estabelecimentos comerciais, segundo mapeamento da Loft Analytics, braço da startup de compra de imóveis, que analisa dados do mercado imobiliário.

Considerando as dez ruas com o metro quadrado mais valorizado da cidade, em seis delas os apartamentos residenciais representam mais de 90% das unidades presentes nas vias.

A rua Seridó, localizada no Jardim Europa, é a mais valorizada de São Paulo, com metro quadrado a R$ 35 mil, e nela existe apenas um imóvel comercial onde funciona um spa exclusivo para moradores de um dos prédios.

Segundo Fábio Takahashi, gerente de dados da área de comunicação da Loft, diferentes fatores influenciam no valor do imóvel.

“Um deles é o quão uniforme é uma rua. Se é amplamente predominante a presença de prédios novos, por exemplo, o valor tende a subir”, diz. “Verificamos também que o domínio de apartamentos na via é muito importante, especialmente, nas ruas ultra valorizadas da cidade”.

Isso porque conforme o valor do metro quadrado vai reduzindo, “o predomínio de residências também diminui”, acrescenta.

Leia também:

Nas cinco ruas mais valorizadas da cidade, 90% dos registros são referentes a apartamentos. Nove delas têm mais de 68% de imóveis residenciais.

Do top 10, a rua menos residencial é a Av. Faria Lima, que conta com mais de 55% dos imóveis sendo escritórios e consultórios — apenas 6% são apartamentos.

Veja lista das dez ruas mais valorizadas de SP e os tipos de imóveis:

Nome da ruaBairroValor do m2% de apartamento em condomínio% de escritório/consultório % de flat/hotel de uso comercial% de garagem% de loja% de outros
1. Rua SeridóJardim EuropaR$ 35.09898.730.640.64
2. Praça Pereira CoutinhoVila Nova ConceiçãoR$ 27.84393.941.524.55
3. Rua Frederic ChopinJardim EuropaR$ 26.76294.925.08
4. Rua Ministro Jesuíno CardosoVila OlímpiaR$ 21.61668.4511.1720.39
5. Rua Franz SchubertJardim EuropaR$ 20.68896.21.271.271.27
6. Rua Domingos FernandesVila Nova ConceiçãoR$ 20.48973.040.877.8318.26
7. Rua Doutor Mário FerrazItaim BibiR$ 19.40568.979.0521.98
8. Rua CuritibaParaísoR$ 19.23794.75.3
9. Rua Roberto Caldas KerrAlto de PinheirosR$ 18.685100
10. Avenida Brigadeiro Faria LimaVila OlímpiaR$ 18.6156.1655.3614.7115.76.381.69

Metodologia

A Loft analisou 32.447 transações de apartamentos em 50 bairros da cidade, feitas com ou sem a participação dela, entre janeiro de 2018 e fevereiro de 2022.

O levantamento considerou 836 vias, que tiveram ao menos 5 transações no período. O valor do metro quadrado, portanto, refere-se a todo este período.

“Foram analisados dados das transações de apartamentos, não os valores anunciados, para que as conclusões retratassem o efetivamente praticado pelo mercado. Para se determinar o que há em cada via, foram utilizados dados do IPTU presentes na plataforma GeoSampa, da Prefeitura de São Paulo”, explica, por nota, a empresa.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe