Tóquio 2021

Japão cogita barrar presença de espectadores nas Olimpíadas

Premiê do país está preocupado com o aumento de casos de Covid-19

Por  ANSA Brasil -

(ANSA) – O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, afirmou nesta quinta-feira (1º) que está preocupado com a presença de espectadores nos Jogos Olímpicos de Tóquio e que poderá impedir a entrada de torcedores nas instalações esportivas.

O país vem estudando a possibilidade de estender o “quase estado de emergência” atualmente em vigor em diversas prefeituras do arquipélago para além do dia 11 de julho.

“Existe uma possibilidade real de não podermos receber público nas competições. Vamos agir para garantir a máxima segurança dos residentes, esta continua a ser a prioridade número um”, destacou o premiê.

Os organizadores do megaevento esportivo estabeleceram um limite de espectadores não superior a 50% da capacidade das instalações, enquanto os turistas estrangeiros não poderão entrar no país durante todo o período das Olimpíadas.

Nas últimas 24 horas, a capital Tóquio registrou um aumento de 673 novos casos de Covid-19, após os 714 contabilizados na quarta-feira (30). Este foi o 12º aumento diário consecutivo na cidade japonesa.

A cerimônia de abertura das Olimpíadas está marcada para o dia 23 de julho.

As estratégias dos melhores investidores do país e das melhores empresas da Bolsa, premiadas num ranking exclusivo: conheça os Melhores da Bolsa 2021

Compartilhe