Seu bolso

IPVA 2022: calendário de pagamentos do imposto em SP começa nesta segunda (10); veja datas e descontos

Imposto pode ser pago parcelado ou à vista; caso o valor seja quitado integralmente em janeiro, o contribuinte pode ter desconto de até 9%

Por  Equipe InfoMoney -

A placa do seu carro, emplacado no estado de São Paulo, termina com final 1? Se a resposta for sim, você tem até esta segunda-feira (10) para quitar o valor do IPVA, em uma única parcela, com 9% de desconto.

O calendário 2022 do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores do estado de São Paulo possui outros descontos nos pagamentos.

A partir de fevereiro, a redução do imposto será de 5% para quem optar pela cota única no referido mês ou para os que decidirem pelo parcelamento em até cinco vezes.

Terão desconto de 3% os proprietários que vão quitar o imposto de forma integral até o 5º dia da emissão da nota fiscal.

A Fazenda paulista prevê arrecadar cerca de R$ 21,8 bilhões com o IPVA 2022. A frota do estado de São Paulo conta com 26 milhões de veículos. Desses, 17,8 milhões estão sujeitos ao recolhimento do IPVA e 7,5 milhões estão isentos por terem mais de 20 anos de fabricação.

Como consulto o valor do IPVA?

Todas as informações sobre o imposto deste ano estão na página da secretaria da Fazenda de São Paulo. Antes de abrir o portal, esteja com o número de seu Renavam e da placa do veículo.

Outra forma de saber o valor do IPVA é por meio dos canais bancários: terminais de autoatendimento, internet banking e aplicativos oficiais do banco. Nas ferramentas desenvolvidas pelos bancos, só é preciso informar o seu número do Renavam para ter as informações do IPVA.

Aumento do imposto

O IPVA é calculado a partir do valor venal dos veículos que, em 2021, apresentaram alta de 22,54%, em média, de acordo com pesquisa anual da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

A tabela da da Fipe é utilizada pela Secretaria de Fazenda e Planejamento para estipular o valor do IPVA a cada ano.
A maior valorização foi registrada nos preços de venda de caminhões usados, que apresentaram 25,17%. A alta foi seguida por camionetas e utilitários, com 23,50%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As motocicletas tiveram 23,33% de alta. Os preços de venda de automóveis registraram média de 21,99% acima do valor apurado no ano anterior. Os ônibus e micro-ônibus tiveram 15,57% de variação.

Neste ano, o pagamento do IPVA pôde ser parcelado em até cinco vezes, devido à crise econômica que afeta as famílias por causa da pandemia de Covid-19. Antes, o parcelamento era feito em até três vezes.

Quem deixa de recolher o imposto pode ter de pagar multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Com 60 dias de inadimplência, o percentual da multa é fixado em 20% do valor do imposto.

Cerca de 612 mil veículos são considerados isentos, imunes ou dispensados do pagamento (como taxistas, pessoas com deficiência, igrejas, entidades sem fins lucrativos, veículos oficiais e ônibus/micro-ônibus urbanos).

Destino do IPVA

O IPVA é uma das principais fontes de arrecadação do estado de São Paulo, ficando atrás apenas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS).

Do total arrecadado, são descontadas as destinações constitucionais (como o Fundeb) e o valor restante é repartido 50% para os municípios de registro dos veículos, que devem corresponder ao local de domicílio ou residência dos respectivos proprietários, e os outros 50% para o estado.

A quota-parte estadual vai compor o orçamento anual e, dessa forma, será utilizada nas diversas áreas de atuação do Estado, dentre as quais Saúde, Educação Segurança Pública e Infraestrutura, por exemplo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em aula gratuita Guilherme Benchimol explica como errar pode fazer empresas e carreiras obterem ganhos exponenciais. Assista agora.

Compartilhe