Em minhas-financas / impostos

Netflix Brasil pode pagar R$ 300 milhões em taxas para o governo até 2022, diz colunista

Taxa seria cobrada através da Ancine para conteúdo estrangeiro em serviços de streaming  

Netflix
(Shutterstock)

SÃO PAULO – O governo federal estuda arrecadar R$ 300 milhões em taxas da Netflix através da Agência Nacional de Cinema (Ancine), por meio de um imposto chamado Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine). A informação é do colunista Ricardo Feltrin, do UOL.

A notícia vem depois da aprovação, em 2016, da cobrança de Imposto sobre serviço (ISS) dessas empresas. 

De acordo com a coluna, uma taxa de R$ 7 mil será cobrada para cada produto estrangeiro com duração maior que 50 minutos em catálogo. Séries estrangeiras também passam a pagar R$ 1.450 por episódio.

No caso de conteúdo brasileiro, a cobrança seria de R$ 1.450 por títulos com mais de 50 minutos, e R$ 364 por capítulo em produções seriadas.

A cobrança do Condecine é cobrada a cada cinco anos, e a taxação pode atingir empresas como YouTube, Netflix e outras. A estimativa de arrecadação divulgada por Feltrin – de R$ 300 milhões até 2022 – diz respeito apenas à Netflix.

 

Contato