Em minhas-financas / impostos

Brasileiro é quem paga mais caro entre 11 países para manter o Congresso

A cada R$ 100 gerados em bens e serviços no País, R$ 0,19 são consumidos para manter senadores e deputados

Congresso Nacional 4
(Ricardo Moraes/Reuters)

SÃO PAULO - Com um orçamento de R$ 8,51 bilhões para 2013, o Congresso brasileiro é o que mais pesa no bolso da população em comparação aos custos dos parlamentares de onze países desenvolvidos e emergentes. De acordo com a organização Transparência Brasil, a cada R$ 100 gerados em bens e serviços no País, R$ 0,19 são consumidos para manter senadores e deputados. Para se ter ideia, a relação é cerca de dez vezes maior que a da Espanha ou do Reino Unido e mais de seis vezes com a dos Estados Unidos.

Para chegar ao resultado, a organização comparou o orçamento de 2013 do Congresso Nacional com os da Alemanha, Argentina, Canadá, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Reino Unido, Itália, México e Portugal. Ainda, foram cruzados os orçamentos totais com o PIB (Produto Interno Bruto) de cada país em 2012. Como a comparação é feita diretamente com a riqueza gerada pelos países, o cálculo independe de taxas de câmbio.

A partir deste cálculo, foi verificado que 0,1933% de toda riqueza gerada por cada cidadão brasileiro vai para os salários, benefícios e regalias dos parlamentares. O valor mais próximo do brasileiro é do Congresso argentino, que ainda fica 23% atrás: 0,1488% do PIB será dedicado a cobrir os custos do legislativo até o final deste ano.

Custo do Congresso em relação ao PIB em 12 países
Países PIB 2012 per capita (moeda local) Congresso 2013 (moeda local) Congresso 2013 per capita (moeda local) Custo/PIB (%) Comparação com o Brasil (vezes)
*Transparência Brasil
Brasil 22.699,70 8.513.338.568 43,89 0,1934 -
Argentina 53.888,04 3.172.488.079 79,08 0,1467 1,3
Itália 26.277,97 1.560.326.537 26,13 0,0996 1,9
Portugal 15.658,42 140.219.365 13,28 0,0848 2,3
Chile 7.843.028,11 88.982.099.000 5.349,22 0,0682 2,8
México 132.033,16 10.286.567.906 87,61 0,0664  2,9
França 30.867,72 841.474.600 12,81  0,0415  4,7
EUA 49.585,39 5.037.000.000  15,92 0,0321  6,0 
Canadá 51.772,37  521.287.722  14,83  0,0287  6,7 
Alemanha 32.846,33  754.265.00  9,08  0,0285  6,8 
Reino Unido 24.365,46 333.151.000  5,27  0,0216  8,9 
Espanha 22.337,75  186.950.630  3,97  0,0178  10,9 

Custo por minuto
Em números absolutos, o país com o maior custo por minuto com o Congresso são os Estados Unidos. Na comparação feita em reais (convertendo os volumes de gastos dos países para a moeda brasileira) por minuto, a população norte-americana gasta R$ 17.825 com os parlamentares.

Não muito atrás, os brasileiros têm um custo estimado para este ano de R$ 16.197 por minuto. O valor é o triplo do orçamento por minuto do México e o quadruplo da Alemanha e da França, como pode-se ver abaixo:

Custo do Congresso por minuto
País Custo em reais
*Transparência Brasil
EUA 17.825
Brasil 16.197,37
Itália 7.079,11
México 4.746,05
França 3.462,58
Alemanha 3.378,74
Argentina 2.536,11
Reino Unido 1.786,30
Canadá 1.499,79
Espanha 958,82
Chile 942,19
Portugal 800,34

Por parlamentar
Cada parlamentar brasileiro vai custar, até o final deste ano, R$ 14,332 milhões aos cofres público. O valor só fica atrás dos Estados Unidos, onde serão gastos R$ 17,511 milhões. Os 81 senadores do Brasil têm um custo de R$ 43,695 milhões por ano e, os 513 deputados, R$ 9,695 milhões. 

 

Contato