Em minhas-financas / impostos

Alíquota efetiva: você realmente sabe quanto paga de imposto sobre sua renda?

Ferramenta da Receita mostra, de forma mais transparente, a parcela de IR que realmente incide sobre os rendimentos dos cidadãos

Impostos Tributos Imposto Taxas
(Thinkstocks)

SÃO PAULO - A Receita Federal disponibiliza em sua página na internet um simulador para que o contribuinte saiba efetivamente quanto paga de imposto sobre os seus rendimentos.

Para utilizar a ferramenta, o contribuinte deve selecionar a periodicidade (mensal ou anual), informar os valores dos rendimentos tributáveis e as deduções. Serão mostrados o valor do imposto devido e a alíquota efetiva.

O que é alíquota efetiva?

Com a simulação de alíquota efetiva, a Receita mostra, de forma mais transparente, a parcela de Imposto de Renda que realmente incide sobre os rendimentos dos cidadãos.

Com o aplicativo, fica claro que as alíquotas existentes hoje (0%, 7,5%, 15%, 22,5% e 27,5%) incidem apenas sobre os valores que ultrapassam a faixa da alíquota anterior, ou seja, considerando a tabela para cálculo anual do IR 2019 (ano-base 2018), a parcela dos rendimentos até R$ 22.847,76 é isenta.

Sobre os valores de R$ 22.847,77 até R$ 33.919,80, incide a alíquota de 7,5%. A faixa de rendimentos entre R$ 33.919,81 até R$ 45.012,60 tem alíquota de 15%; de R$ 45.012,61 até R$ 55,976,16, de 22,5%; e apenas para valores acima de R$ 55.976,16 é que incide a alíquota de 27,5%.

Por exemplo, um contribuinte que ganhe, por ano, R$ 56 mil, sem nenhuma dedução, tem uma alíquota efetiva de 10,79%, enquanto que pela tabela o desconto é de 27,5%, como mostramos abaixo:

Imposto de Renda: tabela de alíquotas 
  Valor Alíquota Valor do imposto
1ª faixa R$ 22.487,76 Isento 0
2ª faixa R$ 11.072,04 7,5% R$ 803,40
3ª faixa R$ 11.092,80 15% R$ 1.663,92
4ª faixa R$ 10.963,56 22,5% R$ 2.466,80
5ª faixa R$ 23,84 27,5% R$ 6,56
Total R$ 56.000 --- R$ 4.967,68

Fonte: Receita Federal

Isso acontece por conta da parcela dedutível da tabela progressiva, que faz com que o desconto efetivo no rendimento seja menor. Considerando o exemplo acima, para um ganho anual de R$ 52 mil e alíquota de 27,5%, o imposto a pagar seria de R$ 14.300. Com a possibilidade de deduzir R$ 8.687,45 (dedução permitida para quem se enquadra na última faixa de tributação), o imposto cai para R$ 5.612,55, ou seja, 10,79% do rendimento tributável.

Garanta sua independência financeira: abra sua conta na XP - é de graça!

Tabela progressiva
A ferramenta da Receita para o cálculo anual segue a tabela progressiva do IR 2019 (ano-base 2018), que leva em conta as informações financeiras do ano passado e que será utilizada na prestação de contas que acontece entre os meses de março e abril.

Para o cálculo mensal, a tabela utilizada é a que foi atualizada no início do mês, que vale para as informações financeiras de 2019, mas que, para a declaração de ajuste anual, só será utilizada no IR 2020.

Quer economizar no IR? Receba o Guia do InfoMoney para pagar menos Imposto de Renda - é de graça!

 

Contato