AO VIVO Radar InfoMoney: Klabin tem aval para incorporar Sogemar, leilão da Oi e desemprego recorde; assista ao programa desta 6ª

Radar InfoMoney: Klabin tem aval para incorporar Sogemar, leilão da Oi e desemprego recorde; assista ao programa desta 6ª

Sem perdas

Governo vai alterar sistemática de correção do salário mínimo, diz Waldery

Secretário afirmou que não haverá perdas para os trabalhadores

Várias notas de cem reais na mão de uma pessoa que não aparece na foto.
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, anunciou nesta quinta-feira, 23, que o governo irá alterar neste ano a sistemática de correção para o salário mínimo, sem que haja perdas para os trabalhadores. Atualmente, o piso salarial do País é corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado no ano anterior.

O problema é que o reajuste precisa entrar em vigor no dia 1º de janeiro antes da apuração final do índice de inflação. “Uma alternativa é fazer a correção do salário mínimo pelo INPC acumulado nos 12 meses entre dezembro de um ano e novembro do ano seguinte. O importante é entregarmos previsibilidade para o cidadão e para o orçamento”, afirmou.

Waldery disse ainda que a proposta do governo não deve incluir nenhum mecanismo para que o salário mínimo possa ter ganho real, acima da inflação. “A princípio, o projeto busca apenas a reposição do poder aquisitivo dos trabalhadores”, respondeu.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo o secretário, o governo irá enviar o projeto de lei ao Congresso provavelmente até o fim de agosto, para poder constar na proposta de orçamento de 2021. “Podemos pensar em uma medida efetiva que tenha validade até o fim do atual governo (dezembro de 2022)”, acrescentou.

Ele ainda confirmou que o aumento do salário mínimo para R$ 1.045 em 2020 terá um impacto de R$ 2,13 bilhões no orçamento deste ano. “O salário mínimo deste mantém integralmente o poder aquisitivo dos trabalhadores, conforme manda a Constituição”, reiterou.

Invista melhor com quem mais entende do assunto. Abra uma conta gratuita na XP.