Em minhas-financas / gadgets

WhatsApp testa recurso de bloqueio por biometria em celulares Android

Para proteger mais as conversas do aplicativo, será possível ativar leitor de digitais e reconhecimento facial

Whatsapp
(Rahul Ramachandram / Shutterstock.com)

SÃO PAULO - A versão beta 2.19.3 do WhatsApp para Android aumentou os mecanismos de segurança do app. Agora, o aplicativo de mensagens possui recursos biométricos, como leitor de digitais e reconhecimento facial, para autenticação, de acordo com o site WABetaInfo.

Apesar de já estar presente no aplicativo, o recurso continua em desenvolvimento e a nova versão ainda não está disponível para o público em geral. Estima-se que a biometria seja liberada para testes nas próximas atualizações e, em breve, possa ser utilizada por todos os usuários que tenham sensor de impressão digital no aparelho.

Essa medida deve ajudar a proteger conversas de alguém que tenha acesso ao smartphone desbloqueado. Mesmo que a pessoa saiba a senha de bloqueio do celular, não será possível abrir o aplicativo.

A versão com biometria e identificação facial estava sendo implementada no iOS desde outubro, no entanto ainda não foi liberada para download. Em ambos os casos, o recurso Fingerprint protege todo o aplicativo, e não apenas uma conversa específica. Ou seja, se ativado, será necessário desbloquear o WhatsApp toda vez que ele for aberto. 

Quer investir seu dinheiro e trocar de celular em 2019? Abra uma conta na XP!

 

Contato