Seu bolso

Empresas preveem em 2022 alta de 2,2% na passagem de ônibus após alta de preço do diesel

Reajustes das passagens já foram realizados em 40 cidades, mas dezenas ainda estudam os novos valores a serem aplicados

Por  Estadão Conteúdo -

O aumento do preço do óleo diesel em 8%, anunciado na terça-feira (11), pela Petrobras (PETR3;PETR4) e válido a partir desta quarta (12), pode encarecer o valor médio das passagens de ônibus no país em 2,2%. O cálculo é da Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbanos (NTU). A entidade ressalta que as revisões tarifárias dos ônibus vão acontecer ainda no primeiro trimestre deste ano.

Segundo a associação, o combustível representa 26,6% do custo das empresas operadoras do transporte público, sendo o segundo item com maior peso no valor da tarifa, depois da mão de obra.

Reajustes das passagens já foram realizados em 40 cidades, mas dezenas ainda estudam os novos valores a serem aplicados.

Se for computado o custo do reajuste do diesel dos últimos 12 meses, o impacto sobre o valor médio da tarifa é ainda maior: 18,8%,de acordo com a NTU.

“As empresas não sabem mais como lidar com esses aumentos recorrentes do óleo diesel, que inevitavelmente terão que ser repassados para o custo das tarifas”, diz Otávio Cunha, presidente executivo da entidade.

A associação diz ainda que as empresas de transporte público não querem mais aumentos da tarifa pública, que são definidos pelo poder público local, porque isso afugenta os passageiros.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe