Em minhas-financas / economize-dinheiro

Banrisul e Bradesco lideram o ranking de reclamações do Bacen em setembro

O Banrisul obteve 15 registros de reclamações no mês passado, já o Bradesco ficou em segundo lugar, com 232 ocorrências

agência Bradesco BH - bancos
(Wikimedia)

SÃO PAULO – No mês passado, os bancos Banrisul e Bradesco lideraram o ranking de reclamações de clientes contra instituições financeiras do Banco Central.

O Banrisul foi a instituição com maior índice de reclamação no mês de setembro, com 15 registros (0,68%). Em seguida, aparece o Bradesco, com 232 reclamações, índice de 0,68%.

O Itaú ficou na terceira posição com 166 reclamações, o que representa um índice de 0,66%.

HSBC e Banco do Brasil
O HSBC ocupou a quarta posição da lista, com 33 reclamações - índice de 0,61%. Em seguida aparece o Banco do Brasil, com 199 (0,6%) reclamações registradas no mês de setembro.

Os principais motivos das reclamações foram os relacionados à prestação irregular do serviço de conta salário ou não abertura de conta após solicitação.

O levantamento considera os bancos com mais de 1 milhão de clientes.

* Para definir quais são as instituições mais reclamadas, o Banco Central divide o número de reclamações pelo número de clientes, fazendo com que os dados fiquem equiparados e não deixem sempre o banco com mais clientes à frente dos bancos com menos clientes.

O que dizem os bancos:
Banrisul:
“O Banrisul adota medidas permanentes para o aperfeiçoamento do atendimento aos seus clientes que, inclusive, já refletiram na redução do número de reclamações (em agosto eram 26 e em setembro são 15) e no índice apresentado pelo ranking do Banco Central (em agosto era 1,19 e em setembro 0,68). Quanto às atuais reclamações, o Banrisul já fez o encaminhamento para as áreas técnicas da instituição a fim de serem feitas as correções necessária”

Bradesco: “A satisfação dos clientes é um dos valores mais importantes para o Bradesco. O banco esclarece que está atento para adotar as medidas necessárias com as áreas internas, envolvidas nas manifestações, a fim corrigir eventuais falhas e melhorar cada vez mais a qualidade do atendimento.”

HSBC: sobre o ranking do Banco Central, o HSBC informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que sempre avalia o mérito de todas as demandas, independentemente de serem procedentes ou não; bem como de todos os registros nos canais do banco, tais como SAC e Ouvidoria, e utiliza esses levantamentos para aprimorar o atendimento aos clientes.

Banco do Brasil: o BB informou que ocupou as últimas posições do ranking nos meses de agosto e setembro, e ficou fora do ranking em julho. No último mês de setembro o volume total de demandas no Bacen apresentou considerável queda, 16% quando comparado ao mês de agosto. A performance alcançada pelo BB no último trimestre é reflexo dos esforços conjuntos do Banco do Brasil, na busca do atendimento de excelência.

O banco Itaú não emitiu posicionamento até a publicação desta matéria.

 

Contato