Em minhas-financas / economize-dinheiro

Personagens de contos infantis ensinam mulheres a lidar com o dinheiro

No livro "Eu mereço ter dinheiro - Como ser feliz sempre na vida financeira", Reinaldo Domingos utiliza dez personagens de histórias infantis para educar mulheres financeiramente

Branca de neve com anoes
(Divulgação Disney)

SÃO PAULO - Personagens bem conhecidas dos contos de fadas infantis, como a Bela Adormecida, Chapeuzinho Vermelho e a Branca de Neve, podem ajudar as mulheres a conquistarem a sua independência financeira e garantirem também um futuro mais tranquilo. Este caminho é trilhado pelo educador financeiro Reinaldo Domingos em seu livro mais recente "Eu mereço ter dinheiro – Como ser feliz sempre na vida financeira", da editora DSOP. “Passei três anos estudando uma maneira de falar de forma clara, através de uma linguagem simples, com as mulheres, para mostrar que elas podem e devem ser independentes financeiramente para realizarem seus sonhos", diz Domingos.

O educador financeiro comenta ainda que, para isso, as mulheres não têm que abrir mão de alguns “mimos”, como, as idas semanais ao cabeleireiro e comprar coisas que façam com que se sintam bem. “É só saber usar o dinheiro direito, abrindo mão dos excessos. Antes de consumir de forma imediatista é preciso lembrar que existe um lugar chamando futuro onde todo mundo sonha em chegar e lá o dinheiro é um componente fundamental para quem quer ser feliz para sempre na vida financeira”, fala.

Dez personagens e dez passos
São ao todo dez personagens que auxiliam o autor a explicar, em dez passos, o caminho certo para, segundo ele, ter dinheiro de verdade. “No meu livro, a Bela Adormecida, por exemplo, pode representar a mulher acomodada, mostrando que, às vezes, é preciso abrir os olhos, acordar, se levantar e andar para frente”, aponta.

Já a Branca de Neve mostra um paralelo sobre a dependência da personagem. “No conto infantil, ela mora de favor na casa dos sete anões mal-humorados que faziam com que ela lavasse, passasse cozinhasse e costurasse em troca de um teto. As mulheres não podem se conformar com isso”, afirma.

A Chapeuzinho Vermelho é vista pelo autor como uma pessoa influenciável. "Ela deixa que digam o tempo todo para onde deve ir. Você veio ao mundo para influenciar pessoas ou ser influenciada?", questiona. 

Prazer em guardar dinheiro
Numa época em que o crédito está cada vez mais fácil, segundo o educador financeiro, ter dinheiro de verdade virou um sonho quase impossível para a maioria das mulheres. “A gente precisa ter tesão em ter dinheiro. O erro da maior parte das pessoas é que elas têm tesão em torrar o dinheiro ao invés de guardá-lo para si. Com o meu livro, ofereço alguns aportes para que leitoras possam escolher que caminho seguir”, diz.

 

Contato