Dúvida de leitor

É preciso declarar as parcelas do carro por assinatura no Imposto de Renda?

Não há obrigação, mas o contribuinte pode informar, se quiser; veja como

Por  Equipe InfoMoney -

Dúvida de leitor: Fechei em fevereiro de 2021 um plano de carro por assinatura por dois anos. Pago R$ 2.500 por mês pelo serviço. Tenho que declarar essas prestações no Imposto de Renda?

Resposta por Samir Choaib*

“Não há obrigação de declarar esses pagamentos efetuados mensalmente à pessoa jurídica. Esses novos serviços de carro por assinatura, que funcionam como uma espécie de aluguel, não constituem dedução na declaração.

Não tem nenhuma vantagem ou impacto na declaração adicionar esse tipo de informação. Porém, se você optar por declarar, deverá preencher a ficha ‘Pagamentos Efetuados’ da Declaração de Ajuste Anual, sob o código ’99 – Outros’, informando o CNPJ do beneficiário, no caso a empresa da qual você aluga o carro, seu nome e o valor total pago no ano de 2021.”

*Samir Choaib é advogado e economista formado pela Universidade Mackenzie, pós-graduado em direito tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). É sócio-fundador do escritório Choaib, Paiva e Justo, Advogados Associados, especialista em Imposto de Renda de pessoas físicas e responsável pela área de planejamento sucessório do escritório. Durante anos atuou como chairman da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos da Flórida (BACCF), em São Paulo. 

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEIA MAIS

Compartilhe