FDA investiga

Doença pulmonar nos EUA pode estar ligada a produtos de maconha

Departamento de Saúde de Nova York disse que identificou 34 casos de doenças pulmonares graves em pessoas que usavam um vaporizador contendo cannabis   

(Bloomberg) — Segundo o Departamento de Saúde do Estado de Nova York, doenças pulmonares graves e misteriosas que atingiram mais de 200 pessoas em todos os Estados Unidos podem estar associadas a um ingrediente em vaporizadores de maconha. 

Nova York e outros estados, bem como órgãos reguladores federais de saúde, correm para encontrar uma causa das doenças pulmonares diagnosticadas em pessoas que usam produtos vaping e cigarros eletrônicos.

A Food and Drug Administration, ou FDA, que regula fármacos e alimentos nos EUA, disse que ainda não focou sua investigação em nenhum produto em particular.

PUBLICIDADE

O Departamento de Saúde de Nova York disse em comunicado que identificou 34 casos de doenças pulmonares graves em pessoas que usavam um vaporizador contendo cannabis, e que os produtos testados pelo departamento continham acetato de vitamina E. Muitos também usavam dispositivos de cigarro eletrônico.

“O acetato de vitamina E agora é o foco principal da investigação do departamento sobre possíveis causas de doenças pulmonares associadas ao vaping”, afirmou o estado no comunicado.

O acetato de vitamina E é comumente usado em suplementos nutricionais ou aplicado na pele por seus efeitos antioxidantes. Embora seja considerado inofensivo para essas aplicações, pode causar riscos quando inalado, segundo o comunicado do departamento de saúde.

O FDA está testando mais de 100 amostras de produtos vaping como parte de uma investigação de uma ampla gama de produtos químicos, que incluem nicotina, THC, pesticidas, opioides, venenos e toxinas.

“Nenhuma substância, incluindo acetato de vitamina E, foi identificada em todas as amostras testadas”, disse Stephanie Caccomo, porta-voz da agência, em comunicado.

Reportagem do The Washington Post revelou na quinta-feira que outros departamentos de saúde estaduais estavam analisando produtos vaping contendo cannabis e acetato de vitamina E por sua relação com doenças pulmonares.

PUBLICIDADE

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA disseram na semana passada que estavam investigando 215 casos de doença pulmonar grave relacionada ao vaping em 25 estados.

Duas mortes – uma em Illinois e uma em Oregon – foram associadas às doenças. Um morador de Oregon comprou um produto de cannabis de um dispensário, disseram as autoridades de saúde do estado esta semana.

As doenças misteriosas fizeram com que reguladores reavaliassem toda a categoria de produtos de cigarros eletrônicos e seus possíveis riscos, como a popular marca Juul, fabricada pela Juul Labs.

Invista seu dinheiro para realizar seus maiores sonhos. Abra uma conta na XP – é de graça.