Casa própria

Crédito imobiliário com recursos da poupança avança 127% no ano, diz Abecip

Em maio, financiamentos atingiram R$ 17,5 bilhões, maior volume nominal mensal registrado em um mês de maio na série histórica, iniciada em 1994

Por  Estadão Conteúdo -

Os financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) somaram R$ 77,38 bilhões nos primeiros cinco meses de 2021, alta de 127% na comparação anual. Em 12 meses, entre junho de 2020 e maio de deste ano, o montante somou R$ 167,28 bilhões, avanço 96,5% em relação ao período anterior, segundo dados da Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

O resultado acumulado neste ano, foi ajudado pelas cifras registradas em maio. No mês passado, os financiamentos imobiliários atingiram R$ 17,47 bilhões, maior volume nominal mensal registrado em um mês de maio na série histórica iniciada em 1994. O montante superou em 4,6% o reportado em abril e foi 144,9% maior na comparação anual.

Unidades

Entre janeiro e maio de 2021 foram financiados, com recursos da poupança SBPE, 331,8 mil imóveis, 160,1% mais do que em igual período de 2020. Já nos últimos 12 meses, contando a partir de junho passado até maio deste ano, o total foi de 630,98 mil imóveis, alta de 98% ao do período precedente, que somou 318,61 mil unidades.

No mês passado, nas modalidades de aquisição e construção, ocorreu o financiamento de 73,2 mil imóveis. O resultado foi 4,3% maior que o de abril. Comparado a maio de 2020, observou-se alta de 194,6%.

Captação líquida

No entanto, após desempenho positivo em abril (R$ 2,04 bilhões), a captação líquida da poupança SBPE voltou para o campo negativo em maio (-R$ 1,18 bilhão). Desconsiderando o ano passado, quando a poupança apresentou recordes de captação, historicamente o mês maio não apresenta desempenho expressivo, segundo a Abecip.

A associação destaca que a captação líquida negativa foi compensada pelo crédito de rendimentos, elevando em 0,05% o saldo da poupança SBPE, que registrou volume de R$ 782,5 bilhões. Em relação a maio do ano passado, observou-se crescimento de 9%.

Como calcular créditos e empréstimos?
Baixe de graça uma planilha para simular o valor das prestações, o custo dos juros, as linhas mais atrativas e as instituições com as menores taxas:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe