Em minhas-financas / consumo

De Inter a Neon, bancos digitais oferecem serviços também para empresas

Depois das pessoas físicas, as empresas, agora, começam a entrar na alça de mira desse novo modelo de bancos, viabilizado pelas fintechs

Neon Pejota
(Divulgação/Neon)

SÃO PAULO - Os bancos digitais vêm conquistando uma boa fatia do mercado de contas correntes de pessoas físicas no país. Quem recorre a essas instituições busca menos burocracia para a abertura e mais economia para a manutenção de contas e tarifas bancárias.

Depois das pessoas físicas, as empresas, agora, começam a entrar na alça de mira desse novo modelo de bancos, viabilizado pelas fintechs. Alguns bancos digitais criaram estruturas próprias voltadas ao atendimento de pessoas jurídicas.

O foco inicial dessas instituições é voltado às necessidades de microempreendedores, pequenas e médias empresas. Mas parte dos bancos digitais diz atender até mesmo grandes corporações.

Banco Inter

É o caso do Banco Inter, que afirma ter serviços que atendem desde profissionais liberais até grandes empresas. A instituição oferece conta PJ desde agosto de 2017. Segundo o banco, todo o processo de abertura da conta é feito, como no caso das pessoas físicas, pelo site do banco. O Inter também ressalta que a conta jurídica é totalmente gratuita, incluindo emissão de boletos, TEDs e saques.

No Banco Inter, o empresário precisa ter conta pessoa física no banco. Segundo a instituição, “a conta PJ é um benefício para o correntista pessoa física”. O banco garante que o empresário que mantém sua conta jurídica no Inter tem ainda acesso a diversas linhas de crédito, específicas para a modalidade, como capital de giro e antecipação de recebíveis do cartão de crédito. Essa última com juros a partir de 1% ao mês.

Neon Pagamentos

Outros bancos digitais também oferecem conta para pessoa jurídica. A Neon Pagamentos, por exemplo, lançou o Neon Pejota em novembro do ano passado. Antes do lançamento da conta jurídica, o Neon já atendia cerca de mil empresas e pequenos empreendedores que participavam da fase de testes dessa nova modalidade de atendimento.

O público-alvo do Neon Pejota são profissionais liberais, microempreendedores individuais e pequenas e médias empresas. O empresário não precisa manter sua conta de pessoa física na instituição, mas há muitos casos em que o empresário tem as duas modalidades de conta na instituição.

A conta jurídica do Neon Pejota não tem anuidade. Mas as tarifas são cobradas pelo uso dos serviços. No caso de emissão de boletos, por exemplo, o empresário paga R$ 2,90 por transação. O saque no caixa eletrônico da rede 24 Horas tem custo de R$ 6,90. Para fazer transferências via TED para outros bancos o empresário precisa desembolsar R$ 3,50.

Por enquanto, o Neon não oferece linhas de crédito para pessoa jurídica. Mas promete para breve liberar o investimento em CDB direto na conta Neon Pejota. Sem adiantar os detalhes, o banco digital diz que tem planos ainda de implantar a função que permite realizar pagamento dos funcionários de empresas “de forma mais prática”.

Banco Original

O Original é outro banco digital que oferece algumas soluções para os clientes pessoa jurídica. Como condição para habilitar-se a usar a conta jurídica, batizada de Original Empresas, o empresário deverá também manter uma conta pessoa física na mesma instituição.

A conta Original Empresas, no momento, só oferece como opção de crédito para pessoas jurídicas o Cheque Empresarial. Linhas como capital de giro e cartão de crédito devem ser acrescentadas ao portfólio da conta PJ do Banco Original somente nos próximos meses. Outros serviços, como o de cobrança, também são promessas futuras para as empresas com conta corrente no Banco Original.

Invista melhor e realize o sonho de abrir sua própria empresa. Clique aqui e abra uma conta na XP - é grátis. 

Os principais serviços bancários voltados para as necessidades das empresas no Original estão inclusos em um pacote de R$ 39,90 por mês, o Original Empresas, que dá direito a seis TEDs, quatro saques e 20 pagamento, mensalmente. Esse pacote garante ainda a isenção total de tarifas na conta pessoa física do empresário. Por enquanto, o banco digital ainda não tem serviço de emissão de boletos.

O Banco Original promete acrescentar, em breve, um novo pacote mais completo de serviços, com custo mensal de R$ 79,90. Com esse valor mensal, o cliente pessoa jurídica passará a fazer saques e transferências ilimitadas. Esse pacote ainda incluiria uma máquina de cartões, segundo o banco, totalmente gratuita. Nessa opção, o cliente PJ do Original também não precisaria pagar tarifas nas suas movimentações da conta corrente pessoa física.

BANCOS DIGITAIS - PESSOA JURÍDICA

BANCO

Manutenção da conta

Transferência

Emissão de Boletos

Saques

Linhas de Crédito

Neon Pejota

Não cobra

R$ 3,50 para outros bancos; grátis para contas Neon

R$ 2,90

R$ 6,90 Banco 24h

Não tem

Banco Inter

Não cobra

Não cobra

Não cobra

Não cobra

Capital de giro - Antecipação de recebíveis de cartão de crédito-Plano empresário

Banco Original(pacote Original Empresas)*

Não cobra

(*) R$ 39,90 = 6 TEDs por mês

N/D

(*) R$ 39,90 = 4 saques por mês

Cheque Empresarial

Fontes: AI dos bancos

 

 

Contato