Em minhas-financas / consumo

Na corrida das maquininhas, GPA entra na disputa com lançamento da "Passaí"

Maquininhas de cartão de crédito e débito da atacadista Assaí serão oferecidas inicialmente em dois modelos

Cartão Cartões

SÃO PAULO - O Grupo Pão de Açúcar lançou nesta semana, por meio de sua rede de atacadistas Assaí, as primeiras maquininhas para cartão de crédito e débito da marca, chamadas de "Passaí". A empresa é a mais nova combatente na corrida dos terminais de pagamento em um mercado antes dominado por Cielo (no varejo tradicional) e PagSeguro (entre pequenas e médias empresas). 

Em parceria com a FIC, financeira do GPA, as maquininhas serão oferecidas inicialmente em dois modelos, ambos isentos de aluguel, sem taxa de adesão e com conexão via chip e wi-fi, que não precisam de celular para funcionar. A primeira delas, mais compacta, permite maior flexibilidade ao pequeno empreendedor, e a segunda, mais robusta, é voltada para quem trabalha em estabelecimentos comerciais.  

De acordo com o Assaí, a rede tem as médias e pequenas empresas, além de profissionais liberais, como parcela importante de seu público-alvo. Por isso, irá oferecer condições diferenciadas aos clientes Pessoa Física, como o programa de cashback. 

José Marcelo Santos, diretor financeiro do Assaí Atacadista, explica que o programa de relacionamento cashback gera créditos em compras de acordo com a venda realizada nos equipamentos, e que 10% do MDR, taxa cobrada por cada transação, são convertidos em pontos. 

Segundo ele, cada ponto equivale a R$ 1 e os créditos gerados poderão ser convertidos em compras nas lojas do Assaí em até 36 meses. Para resgatar, o cliente precisa informar o CPF. Outro diferencial apontado pelo executivo é a possibilidade de realizar recargas para celular. 

A princípio, os terminais serão oferecidos na unidade do Assaí localizada na Avenida Jacu-Pêssego, região Leste de São Paulo. Mais adiante, o produto será estendido para mais duas lojas (São Mateus e São Miguel), e a expectativa é de que até o início de novembro o serviço seja estendido para as demais localidades do país.

image006

Guerra das maquininhas 

O lançamento da Passaí agita ainda mais um mercado que, nos últimos meses, passa por movimentações intensas de concorrência. Em julho, o Itaú anunciou a Credicard POP, maquininha com o menor MDR do mercado e pagamento aos lojistas em prazo de D+2, ante os 30 dias de espera tradicionalmente praticados. Essa concorrência pareceu ainda não ter abalado a PagSeguro, player mais consolidado do mercado de PMEs, mas não veio sozinha: o Santander criou a SuperGet após a compra da GetNet e outra concorrente, a Stelo, também está pronta para a briga. 

Com tanta concorrência no mercado, não é de se espantar a agressividade do GPA ao isentar os clientes de aluguel ou compra do equipamento, além do benefício do cashback.

A ação do Grupo Pão de Açúcar via queda de 4,96% nesta terça-feira (4) após o anúncio da maquininha, ante queda de 1,52% para o Ibovespa. No ano, o papel acumula queda de 3,29%, contra -1,88% do benckmark.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP

Contato