Consumidor do século 21 paga as compras com dinheiro e cartão de crédito

Nos últimos 30 meses, 61% das pessoas usaram o dinheiro e 39,8%, o plástico, para efetuar suas compras

SÃO PAULO – De acordo com o estudo realizado pelo Ibope Mídia, o consumidor do século XXI paga suas compras, principalmente, com dinheiro e cartão de crédito.

Cerca de 61% das pessoas entrevistadas afirmaram ter utilizado o dinheiro como forma de pagar suas compras nos últimos 30 dias. Já 39,8% disseram ter usado o plástico.

Em relação às demais formas de pagamento, o cartão de débito foi opção de 30%, enquanto o cheque ficou com 20% das respostas.

Destaques por região metropolitana

Se forem levados em conta aqueles que utilizaram o dinheiro para pagar suas compras, as capitais que se destacaram foram Porto Alegre, com 71%, São Paulo, com 68%, e Curitiba, com 67%. O menor índice, por sua vez, foi registrado em Fortaleza (58%).

Já entre aqueles que utilizaram o cartão de crédito, lideram as regiões metropolitanas de Belo Horizonte e Salvador, ambas com 52%, e Recife, com 49%. Neste caso, a cidade que obteve menor índice de respostas, de 38%, foi Brasília.

As demais formas de pagamento registraram os seguintes destaques metropolitanos: o uso do cartão de débito foi mais mencionado em Curitiba (47%), enquanto o cheque foi em Porto Alegre (29%).

Consumo impulsionado…

Outro dado divulgado pelo Ibope é que a parcela de brasileiros que possuíam cartão de crédito há seis anos era de 27% e, neste estudo, ela aumentou para 38%.

Não tem como negar, o plástico representa um facilitador do consumo moderno. Não é à toa que praticamente a metade (48%) dos consumidores do século XXI afirmaram que, com o cartão de crédito, podem comprar mais itens que normalmente poderiam.

Essa tendência ainda foi mais expressiva em Fortaleza, Recife e Salvador, onde o percentual de pessoas que apontaram a tendência acima foi de 63%, nas duas primeiras regiões metropolitanas, e de 65% na última.

PUBLICIDADE

Já Curitiba foi a capital com o menor índice de pessoas que adquirem mais produtos por conta do plástico, com apenas 29% das respostas.

… mas com efeitos adversos

Entretanto, apesar de facilitar as compras, o cartão de crédito também é um vilão no controle dos gastos. Prova disto é que 37% dos brasileiros dizem: “raramente pago o valor integral da minha fatura”.

As duas regiões metropolitanas que foram destaque e ficaram acima da média nacional foram Curitiba (49%) e o Rio de Janeiro (46%). Recife, por sua vez, apresentou o menor índice daqueles que concordam com a afirmativa, com 16% das respostas.

Dados do estudo

Para compor o estudo, o Ibope Mídia realizou uma pesquisa especial com 3.400 pessoas acima de 18 anos, em todo o Brasil. A fim de obter um retrato ainda mais completo do comportamento do consumidor contemporâneo, a entidade também usou dados do Target Group Index.

Ele é um estudo regular, que ouve mais de 18 mil pessoas nas 11 principais regiões metropolitanas do Brasil (Belo Horizonte, Curitiba, Distrito Federal, Florianópolis, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo) e é atualizado a cada seis meses.