2 anos de pandemia

Casos de Covid no mundo ultrapassam 500 milhões com proliferação de subvariante da Ômicron

OMS disse que continua considerando a pandemia uma emergência de saúde pública internacional e que a quantidade real de infectados é muito maior

Por  Equipe InfoMoney -

Os casos globais de Covid-19 ultrapassaram 500 milhões nesta quinta-feira (14), segundo dados da Universidade Johns Hopkins, à medida que a subvariante BA.2 da Ômicron cresce em muitos países da Europa e da Ásia.

O aumento de infecções da BA.2 foi apontado como causa de surtos recentes na China, bem como por infecções recordes na Europa. A cepa foi chamada de “variante furtiva” porque é um pouco mais difícil de rastrear do que as anteriores.

A marca é atingida um dia após a OMS (Organização Mundial da Saúde) ter anunciado que continua considerando a pandemia uma emergência de saúde pública internacional. A entidade diz inclusive que a quantidade real de infectados é muito maior, por causa da subnotificação.

A subvariante agora atualmente cerca de 86% de todos os casos sequenciados globalmente, segundo a OMS. Sabe-se que ela é mais transmissível que as subvariantes BA.1 e BA.1.1 da Ômicron, mas as evidências até agora sugerem que a BA.2 não tem maior probabilidade de causar formas graves da doença.

Leia também:

Segundo a Johns Hopkins, os Estados Unidos continuam a ser o país com maior número de casos e mortes (80,5 milhões de infecções e 987 mil de vítimas da Covid-19 desde o início da emergência sanitária). Em todo o mundo, o número de mortes se aproxima dos 6,2 milhões.

Em relação aos contágios, a Índia é a segunda nação com maior número (43 milhões), seguida do Brasil (30,2 milhões). No ranking de mortes,  os dois países invertem suas posições: o Brasil aparece em segundo (661.904) e a Índia, em terceiro (521.736).

Já a Coreia do Sul lidera na quantidade de novos casos nos últimos 28 dias (7,7 milhões de registros). Na sequência estão Alemanha (quase 5 milhões), França (3,6 milhões) e Vietnã (3,5 milhões).

A Coreia do Sul responde atualmente por uma em cada quatro infecções do mundo, segundo a agência de notícias Reuters, e os novos casos estão aumentando em 20 dos mais de 240 países e territórios rastreados, incluindo Taiwan, Tailândia e Butão.

Casos na China

Xangai está lutando contra o pior surto de Covid-19 da China desde que o vírus surgiu em Wuhan, no final de 2019, com quase 25 mil novos casos locais relatados.

A administração da cidade tem sido criticada porque sua política de quarentena separa crianças contaminadas dos pais e coloca pessoas infectadas mas sem sintomas junto aos internacos com sintomas.

“A prevenção e o controle da epidemia em Xangai estão no estágio mais difícil e crítico”, disse Wu Qianyu, autoridade da comissão municipal de saúde, em um briefing.

Até o momento, foram aplicadas cerca de 11,13 bilhões de vacinas contra a Covid-19 no mundo inteiro, e ao menos 64 países já superaram a meta da OMS de imunizar mais de 70% de suas populações até julho deste ano — incluindo o Brasil.

* Com informações da Reuters e da ANSA Brasil

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe