Em minhas-financas / cartoes

Banco do Brasil também sinaliza possível abertura de capital da Visanet

Em apresentação de resultados, presidente do banco deu sinais de interesse em realizar IPO da operadora dos cartões Visa

v class="show-for-large id-0 cm-clear float-left cm-mg-40-r cm-mg-20-b" data-show="desktop" data-widgetid="0" style="">
SÃO PAULO - Crescem as apostas de que os controladores da Visanet realizarão oferta pública de ações para abrir o capital da empresa. Na última terça-feira, Antônio Francisco Lima Neto, presidente do Banco do Brasil, manifestou o interesse em realizar a IPO (Initial Public Offering, ou Oferta Pública de Ações) da operadora dos cartões Visa.

"É nosso propósito fazê-lo", declarou o presidente do BB durante a divulgação dos resultados trimestrais do banco. O executivo evitou maiores declarações sobre o assunto.

Dias antes, o diretor de Relação com Investidores e vice-presidente do Bradesco, Milton Vargas, também comentou a possível oferta. "Normalmente discutimos o assunto com os nossos sócios, mas por enquanto não existe uma definição e, se for o caso, comunicaremos imediatamente o mercado", disse Vargas na teleconferência dos números do segundo trimestre do banco.

Visanet: oferta da magnitude da Redecard?
As expectativas em torno da possível abertura de capital da Visanet têm como principal alicerce a IPO realizada em julho deste ano pela principal concorrente da empresa, a Redecard.

Com sua oferta de ações ordinárias, a Redecard captou R$ 4,643 bilhões, o maior volume captado em uma oferta desde a reabertura dos mercados, em 2004. Além disso, estes papéis encerraram seu primeiro dia de negociações na Bovespa com forte valorização de 24,07%, a segunda maior alta em estréia de 2007.

 

Contato