Em minhas-financas / cartoes

Guia do Cartão de Crédito - Entendendo a fatura do seu cartão

Guia do Cartão de Crédito - Entendendo a fatura do seu cartão

v class="show-for-large id-0 cm-clear float-left cm-mg-40-r cm-mg-20-b" data-show="desktop" data-widgetid="0" style="">

Para quem não está familiarizado, a fatura dos cartões de crédito pode realmente acabar confundindo, pois as informações são tantas que o consumidor não entende direito como são calculados os encargos da fatura.

No extrato você poderá encontrar informações sobre data de vencimento da fatura, limite de crédito e de saque, taxa de juro rotativa, taxa de juro por atraso e multa, e, caso tenha feito compras no exterior, também será informada a taxa de câmbio usada para determinar os gastos da fatura.


0 Compras no exterior
0 Limites do cartão de crédito
0 Pagamento mínimo
0 Encargos do cartão
0 Taxa de anuidade
0 Multa por atraso
0 Juros por atraso
0 Juros rotativos

Compras no exterior Voltar

As compras no exterior são computadas em moeda estrangeira e depois convertidas pela taxa de câmbio na data de fechamento da fatura, a título de ilustração. Isto porque na hora de pagar a fatura será calculado o valor das despesas com base no câmbio do dia do vencimento da fatura, portanto, em caso de diferença, os valores serão incluídos na fatura do mês seguinte como reajustes de valores já pagos.

Limites do cartão de crédito Voltar

Existem dois tipos de limites, o limite para crédito e o para saque. O valor do limite do seu cartão de crédito é determinado pela administradora do cartão, com base no valor da sua renda declarada e varia entre 60% e 80% deste valor, dependendo da qualidade do crédito do consumidor.

No entanto, à medida que você vai utilizando o cartão e mantém os pagamentos em dia, a administradora pode acabar revendo o seu limite de crédito. Caso você consiga aumentar sua renda, então poderá usar o seu novo comprovante de renda para pedir uma revisão do limite de crédito do cartão.

Como o cartão de crédito também pode ser usado para sacar dinheiro, as administradoras de cartão também estabelecem um limite de saques, que é menor do que o limite de crédito.


Pagamento mínimo Voltar

Este valor é expresso na fatura dos cartões e varia de administradora para administradora, geralmente entre 10% e 20%, mas a grande maioria exige um pagamento mínimo de 20%. Em alguns casos, caso o consumidor tenha um cartão gold ou platinum, o percentual de pagamento mínimo pode cair para apenas 5%, mas para isto é preciso ter um bom histórico de crédito.

Caso você não pague o valor mínimo da fatura, terá que arcar com os encargos do juro rotativo sobre o saldo não pago, mais multa de mora e juros por atraso, o que acaba aumentando demais os seus encargos, daí a recomendação de nunca deixar de pagar o mínimo exigido na fatura. Recentemente algumas administradoras optaram por reduzir o percentual de pagamento como alternativa para redução da inadimplência.


Encargos do cartão Voltar

Um erro bastante comum entre os consumidores é escolher o cartão com base apenas no valor da anuidade ou dos juros cobrados. A decisão vai depender muito mais do tipo de usuário que você é.

Taxa de anuidade Voltar

Se você sempre paga a fatura em dia, sua maior preocupação deve ser com os custos da anuidade, pois este deve ser o seu maior gasto com o cartão. Algumas operadoras chegam a não exigir a taxa para bons clientes, outras exigem o pagamento de anuidade, mas oferecem benefícios. Faça as contas, pois pode ser que o benefício anunciado não compense a taxa de anuidade, ou o fato dos juros serem mais elevados.

Multa por atraso Voltar

A multa de mora de 2% sobre o valor da fatura só é cobrada se você não fizer o pagamento mínimo exibido na fatura do seu cartão. Mas fique atento, pois a multa será cobrada na íntegra, mesmo que você efetue o pagamento mínimo no dia seguinte ao vencimento da fatura.

Juros por atraso Voltar

Assim como a multa de moratória, os juros por atraso só são cobrados se o pagamento mínimo não for efetuado. Os juros de mora são de 1% ao mês, sendo que são calculados proporcionalmente ao número de dias em atraso.

Juros rotativos Voltar

Mesmo que você pague o valor mínimo da fatura, se não efetuar o pagamento integral você terá que pagar juros sobre o saldo não quitado. Os juros dos cartões estão em cerca de 10% ao mês, portanto, se você faz parte do grupo de pessoas que usa o cartão freqüentemente como forma de crédito, o melhor é escolher aquele que cobra os juros mais baixos, se quiser evitar perder o controle da sua dívida.

Muita gente não sabe, mas depois do vencimento da fatura do cartão de crédito, a administradora pode cobrar o valor lançado na fatura a qualquer momento, pois pode optar por cancelar seu crédito. A administradora também não é obrigada a parcelar o débito, mesmo que você esteja em dificuldades financeiras. Não deixe a situação sair do controle para iniciar um processo de renegociação: o melhor é encarar a situação de frente e pedir a renegociação logo caso não queira perder o controle da sua dívida.





 

Contato