Em minhas-financas / carros

Semáforos sonoros terão novas padronizações

O usuário deve manter o botão de acionamento por três segundos para ativação do modo sonoro

semáforo farol
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A sinalização sonora para o deficiente visual será uniformizada em todo o País, após a publicação da Resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), publicada neste mês, padronizar e regulamentar os sinais sonoros, visuais e vibratórios dos equipamentos utilizados nos semáforos de trânsito.

Uma das mudanças que entrarão em em vigor a partir de janeiro de 2020 determina que os semáforos com sinal sonoro sejam identificados com sinalização tátil e de alerta, além de serem equipados de acordo com as normas técnicas de acessibilidade. 

Além disso, o usuário deve manter o botão de acionamento por três segundos para ativação do modo sonoro da botoeira, que deverá emitir uma mensagem verbal de indicação. 

Quando esse modo for ativado, será emitido um som de travessia, que será reproduzido durante o tempo de verde e de vermelho. De acordo com a resolução, esse som não deve ser interrompido por outro sinal sonoro ou mensagem verbal sob qualquer hipótese.

Segundo o diretor do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), Elmer Vicenzi, a determinação padroniza os sinais de trânsito em qualquer lugar do país, o que contribui para o deficiente visual acionar, da mesma maneira, os equipamentos de sinalização. 

Os órgãos executivos de trânsito devem realizar os estudos necessários para a implantação dos semáforos dotados de sinal sonoro. 

 

Contato