Atualização

Calendário do auxílio emergencial muda com entrada das parcelas de R$ 300; veja como ficou

Com a entrada do auxílio de R$ 300, o cronograma de pagamento dos beneficiários das parcelas de R$ 600 foi antecipado; veja o calendário completo

(Rmcarvalho/Getty Images)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Caixa Econômica Federal divulgou, nesta quarta-feira (30), um novo calendário do auxílio emergencial que abrange as datas de pagamento das parcelas de R$ 300, mas que também antecipa os depósitos do benefício de R$ 600 para quem ainda não terminou de receber as cinco parcelas de maior valor.

Em abril, quando o pagamento do benefício teve início, o banco federal organizou o crédito dos valores em lotes. Depois, em meados de julho, reorganizou o calendário para um sistema de ciclos.

Para as parcelas de R$ 600, o governo organizou o pagamento em quatro ciclos. Até esta quarta-feira (30), os ciclos 1 e 2 foram finalizados. No dia 9 de outubro o ciclo 3 teria início, com o crédito para os trabalhadores nascidos em janeiro. E no dia 16 de novembro o quarto e último ciclo seria iniciado.

Aprenda a investir na bolsa

O que mudou foi que o início dos ciclos 3 e 4 foi antecipado para os dias 30 de setembro e 30 de outubro, respectivamente. Além disso, dois novos ciclos (5 e 6) foram adicionados, sendo o último no dia 29 de dezembro.

Nesta última data, o depósito do benefício terá sido creditado a todos os trabalhadores aprovados para receberem as cinco parcelas de R$ 600 ou as cotas (que podem variar de uma a quatro) de R$ 300, já que o auxílio se encerra em dezembro.

Vale lembrar que todos os aprovados vão receber cinco parcelas de R$ 600, porém aqueles que foram aprovados depois de abril vão receber menos parcelas de R$ 300 (entenda quantas parcelas você vai receber, de acordo com o mês de entrada no programa).

Os saques das parcelas da prorrogação do benefício se estendem até 27 de janeiro, já que as datas de resgate e transferência do dinheiro seguem um calendário diferente.

Segundo Pedro Guimarães, presidente da Caixa, a ideia é padronizar os calendários. Assim, os trabalhadores que estão aguardando as parcelas finais de R$ 600 e os trabalhadores que têm direito às cotas de R$ 300 recebem os valores seguindo as mesmas datas.

“Portanto, daqui para frente serão seis ciclos que abrangem todos os trabalhadores. Nós vamos pagar nas mesmas datas e nos mesmos ciclos já existentes para não termos que criar calendários a cada nova rodada de crédito. Na prática, nas datas dos calendários dos ciclos 3 e 4 os trabalhadores dos dois grupos [das parcelas originais e das cotas residuais] vão receber os valores simultaneamente”, explicou Guimarães.

PUBLICIDADE

Ou seja, entre 30 de setembro e 20 de novembro (ciclos 3 e 4) todos os trabalhadores que têm direito às parcelas de R$ 600 receberão o crédito das cotas remanescentes, conforme o mês de aniversário.

Dentro do mesmo período, os beneficiários elegíveis à prorrogação do benefício também recebem as duas primeiras cotas de R$ 300 (entenda como está funcionando aqui).

E entre 22 de novembro e 29 de dezembro (ciclos 5 e 6) recebem os valores apenas os beneficiários das parcelas de R$ 300, já que as pessoas contempladas com o auxílio original já terão sido pagas.

Considerando as atualizações, entenda como ficam os calendários de pagamento conforme os novos ciclos anunciados pela Caixa e no que os beneficiários precisam se atentar, já que a forma de interpretar os calendários é um pouco diferente a depender do tipo de auxílio que a pessoa está recebendo, o original ou o residual.

Confira:

A) Beneficiários de R$ 600 

No caso das parcelas de R$ 600, os trabalhadores devem procurar pelo seu mês de nascimento nos ciclos 3 e 4. Isso porque o fim do quarto ciclo marca também o fim do pagamento das cinco parcelas do auxílio emergencial originalmente proposto.

Vale lembrar que não importa qual é a parcela que o trabalhador receberá. A ideia é que todos os trabalhadores de fevereiro, por exemplo, recebam suas respectivas parcelas de R$ 600, independentemente de qual for, no mesmo dia.

PUBLICIDADE

Por exemplo: Maria e João nasceram em fevereiro. Ela aguarda a quarta parcela e ele a quinta. Ambos receberão os valores no dia 5 de outubro do ciclo 3, de acordo com o calendário atualizado porque nasceram no mesmo mês.

A lógica vale para todos os meses e parcelas de R$ 600. Todos os aprovados receberão o crédito das cinco parcelas na Poupança Social Digital da Caixa até 20 de novembro e poderão sacar os valore até 5 de dezembro.

B) Beneficiários de R$ 300 

No caso dos benefíciários do auxílio emergencial residual, além do mês de aniversário, é preciso se atentar ao mês que recebeu a primeira parcela de R$ 600 do auxílio. Esse último critério é o que determina o número de parcelas que a pessoa vai receber.

Isso significa que somente os trabalhadores que receberam sua primeira parcela do auxílio em abril é que terão direito ao total de quatro parcelas. Quem começou a receber o auxílio em julho, por exemplo, embolsará apenas uma parcela de R$ 300 (saiba mais aqui).

Essa variação no número de parcelas acontece porque o trabalhador só pode receber a extensão do auxílio depois que o depósito das cinco parcelas de R$ 600 terminar, além de precisar se enquadrar nos novos critérios de elegibilidade (clique aqui para entender melhor).

Para entender melhor:

Mês em que começou a receber o Auxílio de R$ 600Mês em que recebeu a 5ª e última parcela do Auxílio de R$ 600Mês em que o recebimento da extensão de R$ 300 tem inícioCiclo que marca o início do crédito do valor de R$ 300Quantidades de parcelas da extensão de R$ 300 que serão recebidas
AbrilAgostoSetembroCiclo 34 parcelas
MaioSetembroOutubroCiclo 43 parcelas
JunhoOutubroNovembroCiclo 52 parcelas
JulhoNovembroDezembroCiclo 61 parcela

Dessa maneira, por exemplo: Ana recebeu sua primeira parcela em abril e nasceu em outubro. Ela deverá olhar o ciclo 3 e o seu mês de aniversário para encontrar a sua data de crédito dos valores. Assim, ela receberá quatro parcelas de R$ 300, sendo a primeira delas no dia 28 de outubro.

PUBLICIDADE

Por outro lado, Pedro, que nasceu em maio e recebeu sua primeira parcela em junho, deverá buscar seu mês de nascimento no ciclo 5. Nesse outro exemplo ele recebe o crédito da sua primeira de duas parcelas em 30 de novembro.

Calendário geral

Confira os calendários organizados pelos quatro ciclos:

Ciclo 3 

Mês de nascimento Data do crédito do benefício na Poupança Digital Data para que o usuário faça o saque ou transfira o valor 
Janeiro30 de setembro07 de novembro
Fevereiro05 de outubro07 de novembro
Março07 de outubro14 de novembro
Abril09 de outubro21 de novembro
Maio11 de outubro21 de novembro
Junho14 de outubro24 de novembro
Julho16 de outubro26 de novembro
Agosto21 de outubro28 de novembro
Setembro25 de outubro28 de novembro
Outubro28 de outubro01 de dezembro
Novembro29 de outubro05 de dezembro
Dezembro01 de novembro05 de dezembro

Ciclo 4 

Mês de nascimento Data do crédito do benefício na Poupança Digital Data para que o usuário faça o saque ou transfira o valor 
Janeiro30 de outubro07 de novembro
Fevereiro04 de novembro07 de novembro
Março05 de novembro14 de novembro
Abril06 de novembro21 de novembro
Maio08 de novembro21 de novembro
Junho11 de novembro24 de novembro
Julho12 de novembro26 de novembro
Agosto13 de novembro28 de novembro
Setembro15 de novembro28 de novembro
Outubro16 de novembro01 de dezembro
Novembro18 de novembro05 de dezembro
Dezembro20 de novembro05 de dezembro

Ciclo 5

Mês de nascimento Data do crédito do benefício na Poupança Digital Data para que o usuário faça o saque ou transfira o valor 
Janeiro22 de novembro19 de dezembro
Fevereiro23 de novembro19  de dezembro
Março25 de novembro04 de janeiro
Abril27 de novembro06 de janeiro
Maio29 de novembro11 de janeiro
Junho30  de novembro13 de janeiro
Julho02 de dezembro15 de janeiro
Agosto04 de dezembro18 de janeiro
Setembro06 de dezembro20  de janeiro
Outubro09 de dezembro22 de janeiro
Novembro11 de dezembro25 de janeiro
Dezembro12 de dezembro27 de janeiro

Ciclo 6

Mês de nascimento Data do crédito do benefício na Poupança Digital Data para que o usuário faça o saque ou transfira o valor 
Janeiro13 de dezembro19 de dezembro
Fevereiro13 de dezembro19  de dezembro
Março14 de dezembro04 de janeiro
Abril16 de dezembro06 de janeiro
Maio17 de dezembro11 de janeiro
Junho18 de dezembro13 de janeiro
Julho20 de dezembro15 de janeiro
Agosto20 de dezembro18 de janeiro
Setembro21 de dezembro20  de janeiro
Outubro23 de dezembro22 de janeiro
Novembro28 de dezembro25 de janeiro
Dezembro29 de dezembro27 de janeiro

Beneficiários com cadastro reavaliado

A Caixa também confirmou nesta quarta-feira (30) que 492 mil inscritos no auxílio tiveram o cadastro reavaliado e validado pelo Ministério da Cidadania após terem contestado alguma inconsistência.

Eles também receberão as cinco parcelas de R$ 600, mas como não há tempo hábil de pagar cinco parcelas mensais até o fim do ano, esse grupo receberá a primeira parcela no ciclo 3, a segunda no ciclo 4, a terceira no ciclo 5 e duas no ciclo 6, conforme o mês de nascimento.

Para conferir as datas precisas de recebimento, basta olhar as ponderações (em “A”) e os calendários citados acima.

Saldo do auxílio

Até agora, o total de beneficiários do programa é de 67, 2 milhões e já foram pagos R$ 213,8 bilhões, segundo os dados mais recentes da Caixa.

De acordo com o banco federal, mais de 200 mil cadastros de pessoas que fizeram a contestação seguem em análise. Se forem aprovados, poderão ser incluídos posteriormente no calendário de pagamentos – também recebendo as cinco parcelas de R$ 600 até dezembro.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.