Saque imediato

Caixa retira R$ 500 do FGTS mesmo sem solicitação; saiba como devolver o valor à conta

Trabalhador deve ir a uma agência da Caixa se quiser que o dinheiro retorne ao fundo; aniversariantes de novembro e dezembro podem impedir saída

Aplicativo do FGTS
(Divulgação)

SÃO PAULO – Mesmo que não solicitem o saque imediato do FGTS, trabalhadores que fazem aniversário até outubro já estão com até R$ 500 a menos em cada conta do fundo, valor referente ao saque imediato. Isso porque a Caixa está realizando o débito desse valor automaticamente para viabilizar a retirada de acordo com o calendário divulgado.

Quem não for correntista da Caixa e já teve o saque liberado, mas não quer fazer uso do dinheiro, deverá comparecer a uma agência e solicitar o retorno ao fundo – o site não dá essa opção, nem o telefone. O banco diz que realizará o depósito em até um dia útil com a devida correção (que agora corresponde a 3% mais TR mais distribuição dos lucros do fundo).

Já os titulares de conta-poupança ou conta corrente do banco terão de aguardar até 60 dias para retorno do valor à conta do Fundo. Caso a solicitação não seja feita, o dinheiro ficará fora da conta até o dia 30 de abril de 2020.

PUBLICIDADE

Vale lembrar que as agências têm funcionamento em horário diferenciado para atender à demanda dos cotistas que querem sacar valores do FGTS. As que abrem às 8h encerram o expediente duas horas mais tarde; as que normalmente abrem às 9h, começam uma hora mais cedo e encerram uma hora mais tarde; e aquelas que abrem às 10h ou 11h começam duas horas mais cedo.

Aniversariantes de novembro e dezembro ainda podem impedir que isso ocorra diretamente pelo site do saque imediato. Para fazê-lo, é preciso a clicar em “acesse aqui” no box do site imediato, identificar-se com CPF ou PIS e acessar a opção “desfazimento”. Para esses trabalhadores, o saque será liberado no dia 18 de dezembro.

O que é o saque imediato?

O saque imediato é uma das modalidades de resgate do fundo de garantia anunciadas em julho pelo governo Bolsonaro. Esse saque é limitado a R$ 500 por conta aberta no fundo (lembrando que cada emprego com carteira assinada abre uma conta diferente) e vale apenas para esse ano. Quem tiver mais de uma conta (referentes a um emprego atual e empregos antigos, por exemplo), pode sacar R$ 500 de cada uma delas, totalizando valores maiores. Contas com menos de R$ 500 poderão ser totalmente esvaziadas.

Segundo decisão do Congresso, trabalhadores que tinham até um salário mínimo no saldo em julho deste ano poderão sacar até R$ 998. Essa regra, sancionada pelo Senado em 12 de novembro, ainda precisa passar pela sanção de Bolsonaro para valer.

A Caixa já pagou R$ 20,45 bilhões aos trabalhadores referentes a essa modalidade de saque, sendo R$ 15,8 bilhões diretamente em conta (caso de quem é correntista da Caixa).

Vai sacar seu FGTS? Invista. Abra uma conta gratuita na XP.