Condomínios

Cai 23,67% o número de ações por inadimplência em condomínios

Secovi-SP revela que no mês passado foram ajuizadas 777 ações, enquanto no mês anterior foram registradas 1.018 ações

Por  Fabiana Pimentel

SÃO PAULO – O número de ações por falta de pagamento de condomínio na cidade de São Paulo caiu 23,67% no mês de junho.

De acordo com o levantamento feito pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e divulgado nesta terça-feira (17), no mês passado foram ajuizadas 777 ações, contra 1.018 registradas no mês de maio.

Se comparado ao mesmo mês do ano passado, a queda foi de 0,13%. Naquele mês, foram registrados 778 casos.

Por outro lado, o levantamento revela que houve aumento de 13,09% na comparação entre o primeiro semestre deste ano com o do ano passado. Nos primeiros seis meses de 2012 foram ajuizadas 5.314 ações, contra 4.699 registradas no mesmo período do ano passado.

Panorama
De acordo com o vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, Hubert Gebara, os resultados confirmam a tendência de queda para este ano. Segundo ele, essa tendência havia sido interrompida no mês passado.

O vice-presidente afirma que as pessoas estão mais preocupadas em regularizar suas pendências e por isso houve queda no número de ações. “Sem dúvida, a maior facilidade oferecida ao inadimplente para renegociar dívidas contribuiu para a retração. O acordo é vantajoso para as duas partes – condomínio e condômino –, pois uma ação de cobrança dessa natureza pode levar vários anos para ser resolvida.”, afirma.

Outro fator também apontado por Gebara é a Lei 13.160, em vigor desde julho de 2008. “A possilidade de protesto de boleto do condomínio tem conseguido frear a inadimplência”, comenta.

Na tabela abaixo é possível observar o número mensal de ações registradas nos últimos 12 meses:

Mês/AnoAções Variação frente
ao mês anterior 
Junho/2011778-15,33%
Julho/201193720,44%
Agosto/2011877-6,40%
Setembro/20111.00414,48%
Outubro/2011978-2,59%
Novembro/2011873-10,74%
Dezembro/2011579-33,68%
Janeiro/201288853,36%
Fevereiro/20129112,6%
Março/20121.18930,52%
Abril/2012531-55,3%
Maio/20121.01091,7%
Junho/2012 777-23,67%
Compartilhe