Pechincha?

Brookfield e Tishman apostam bilhões em retorno ao escritório

Na avaliação das companhias, há oportunidades extraordinárias para compra desses imóveis nas principais cidades do mundo

(conceptualmotion/ Getty Images)

(Bloomberg) – A pandemia criou uma oportunidade única de compra para investidores que estão dispostos a apostar na perspectiva de longo prazo de que trabalhadores vão retornar a escritórios localizados no coração de cidades globais.

Essa é a visão dos titãs do mercado imobiliário, incluindo o presidente da Tishman Speyer Properties, Rob Speyer, e o CEO da Brookfield Asset Management, Bruce Flatt, que investiram bilhões abocanhando escritórios e outros edifícios comerciais com desconto desde o início da pandemia.

“Há oportunidades extraordinárias para comprar nas principais cidades do mundo”, disse Speyer durante um painel no Fórum Econômico do Qatar nesta quarta-feira. “Estivemos ativos durante a Covid-19 em Paris, Washington DC, São Francisco e Londres e as pessoas estão vendendo imóveis com descontos de 25%, 30%, 40%.”

Mesmo enquanto outros temem sobre a demanda futura por locais de trabalho, a Tishman desembolsou cerca de US$ 12 bilhões desde março do ano passado em negócios que espera “ser alguns dos melhores investimentos que já fizemos”, disse Speyer. “Se você tem uma visão de longo prazo das coisas voltando perto de como eram antes da Covid, essas são oportunidades de compra geracionais.”

A mudança repentina para o trabalho em casa e as compras online assustou alguns investidores, provocando um colapso no valor de imóveis e interrompendo obras de novos empreendimentos. Mas com o lançamento de vacinas permitindo que as capitais financeiras mundiais reabram gradualmente, mais desenvolvedores veteranos estão apostando em uma futura escassez de espaço que, junto com baixas taxas de juros, sustentará o aumento dos alugueis e preços.

“O verdadeiro investimento de valor que pode trazer dinheiro e gerar um valor significativo é comprar nessas grandes cidades, onde as pessoas têm uma visão diferente e mais pessimista deles”, disse Flatt no painel moderado pela âncora da Bloomberg Television, Carol Massar.

Uma vez que o debate sobre o futuro do escritório diminua, “as pessoas vão perceber que estes são alguns dos grandes investimentos do mundo”, acrescentou.

As estratégias dos melhores investidores do país e das melhores empresas da Bolsa, premiadas num ranking exclusivo: conheça os Melhores da Bolsa 2021