Nova mensagem

Brasileiros gastam, em média, 5,5 horas por dia no celular; veja a comparação com outras nacionalidades

Brasileiros passam, em média, 5 horas e meia no aparelho celular todos os dias

Por  Mariana Amaro -

Uma rotina regrada costuma acomodar oito horas de sono. As outras 16 horas são divididas entre trabalho, refeições, lazer e…celular.

Os brasileiros passaram, em média, quase cinco horas e meia por dia olhando para as telinhas dos seus aparelho. Um tempo maior que a média global, em torno de 4 horas e 48 minutos – o que representa um aumento de 30% em comparação com 2019.

Já parou para calcular?

Isso quer dizer que passamos quase um terço das nossas horas “scrollando” o Instagram, assistindo a vídeos infinitos no TikTok, jogando joguinhos…

As informações são do levantamento da empresa de análise de dados App Annie Intelligence. O estudo indicou ainda que sete de cada 10 minutos no celular foram gastos em aplicativos de vídeos e fotos e redes sociais.

Só as visualizações no TikTok cresceram 205% desde 2019. Mesmo com o crescimento impressionante, o app ficou em segundo lugar em termos de crescimento. Em primeiro, aparece o Kwai, com um aumento de 225%.

No total, as horas assistindo a vídeos em aplicativos de streaming cresceram 16% no mundo todo nos últimos dois anos. É que, segundo a análise, a pandemia acelerou os hábitos digitais das pessoas, impulsionando o tempo médio gasto nos aparelhos.

Confira a média do tempo que as pessoas gastaram no telefone, por dia, nos últimos três anos no nosso GRÁFICO DA SEMANA

Gráfico do tempo passado no celular Impulso 0302
(Arte de Leonardo Albertino)

Brasil e Indonésia são os dois países com maior média de tempo gasto por dia em celulares. Em seguida, aparecem Coreia do Sul, México e Índia. A China está em 17º lugar.

Mais uma conclusão do levantamento: os consumidores migraram parte do seu entretenimento e consumo de jogos para os celulares. Em 2021, os consumidores gastaram mais de US$ 100 milhões em mais de 230 aplicativos e jogos – e 13 deles levaram mais de US$ 1 bilhão dos consumidores.

Esse consumo representa um aumento de 20% na comparação com 2020, quando 193 apps tiveram um faturamento de mais de US$ 100 milhões e oito deles ultrapassaram a barreira do bilhão de dólares.

No Brasil, os apps de jogos mais baixados em 2021 foram: Hair Challenge, Phone Case DIY, Crash Bandicoot: On the Run, League o Legends: Wild Rift e Scuplt People.


Este gráfico faz parte da newsletter IMpulso, o seu resumo semanal de tudo que importa para o seu bolso. Inscreva-se grátis para receber o conteúdo todas as quinta-feiras, pela manhã.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe