Consumo

Black Friday: maioria dos consumidores não pretende comprar nada. Conheça as razões

Os principais motivos para o desânimo de consumidores com a BF em 2021 tem a ver com desconfiança nas promoções

Teclado branco de computador onde a tecla "enter" foi substituída por uma tecla preta com um carrinho de compras escrito "black friday"
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Segundo pesquisa do Instituto Reclame Aqui, 53% dos consumidores não pretende comprar nada na Black Friday.

As principais razões para os consumidores não encostarem no Bolso durante a Black Friday  estão relacionadas com desconfianças sobre as promoções.

 

Entre aqueles que pretendem realizar compras, 72,6% dos consumidores afirmam que estão monitorando os preços dos itens que pretendem adquirir . Desses, 25,4% dos consumidores está planejando a compra há pelo menos seis meses; outros 20,9% monitoram há  três meses e 26,3% acompanham os preços há um mês.

Nesta edição da Black Friday, que começa na semana que vem, as compras serão feitas, em sua maioria, via internet: 41% dos consumidores prefere comprar online, direto no site das marcas e 26,8% dos consumidores deve comprar via aplicativo. Outros 5,4% pretendem comprar pelas redes sociais das lojas, 2,4% pelo Whatsapp e 1,9% em live commerces, as lives de instagram e eventos especiais que devem acontecer com artistas. Apenas 8.9% dos consumidores deve comprar em lojas físicas.

Outros dois dados que chamam a atenção: 63,9% vão usar mais cartão de crédito para pagar as compras e 19,9% vão usar boleto/cartão de débito na hora de comprar. Além disso, 12,1% dos consumidores migrou de um banco tradicional para um digital como preparação para a Black Friday, 1.6% dos consumidores abriu uma conta em banco pela primeira vez e 2,5% solicitaram seu primeiro cartão de crédito.

 

CDB com 300% do CDI? XP antecipa Black Friday com rentabilidade diferenciada para novos clientes. Clique aqui para investir agora!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE