franquias

Bilionário Carlos Wizard desiste de ano sabático e adquire rede Mundo Verde

A rede de franquias Mundo Verde deve terminar o ano de 2014 com 335 unidades e receita acima de R$ 400 milhões

Por  Luiza Belloni Veronesi

SÃO PAULO – Apenas oito meses após vender o Grupo Multi, dono das escolas de idiomas Wizard e Yázigi, para a Pearson Education, o empresário Carlos Wizard Martins anunciou aquisição da Mundo Verde, maior rede de lojas de produtos naturais orgânicos da América Latina. A transação, que está sujeita à aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), não teve seu valor revelado.

Criada em Petrópolis, no Rio de Janeiro, em 1987, pelos irmãos Jorge Antunes e Isabel Antubes Joffe, a Mundo Verde foi adquirida pelo fundo de private equity Axxon Group em 2009, quando tinha 126 unidades franqueadas operando.

Após a venda da Wizard, o empresário chegou a afimar que ficaria ao menos um ano em período sabático. “Mas revi esta posição e decidi investir em um novo negócio”, disse Wizard em comunicado enviado à imprensa nesta terça-feira (12). O empresário diz se identificar com a marca e aposta no investimento do modelo das franquias da rede, bem como o potencial de crescimento deste mercado. “Temos um grande know how no setor de franquias e acreditamos, por experiência própria, que este é o caminho para crescer de forma estruturada e rápida.”

Com a aquisição, o empresário assumirá a presidência do Conselho da empresa e seu filho, Charles Martins, será CEO do Mundo Verde. Carlos Wizard entrou na lista de bilionários da Forbes em janeiro deste ano, após a venda da Wizard, com uma fortuna avaliada em cerca de US$ 1 bilhão. 

A rede Mundo Verde deve terminar o ano de 2014 com 335 unidades e receita acima de R$ 400 milhões. A meta para 2018 é chegar a cerca de 650 lojas, com receita de R$ 1 bilhão.

Compartilhe