Operação For All

Banda de forró é alvo de operação da Polícia Federal

A banda Aviões do Forró teria omitido informações fundamentais e apresentado dados falsos para evitar cobranças

Por  Mariana Zonta d'Ávila

SÃO PAULO – A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira (18) a Operação “For All” (para todos, no inglês, que faz referência à origem do termo “forró”),  que investiga fraudes no imposto de renda cometidas pela banda cearense Aviões do Forró. 

Segundo publicação da Polícia Federal, há indícios de que o grupo estava fornecendo dados falsos ou emitindo dados importantes nas declarações de imposto de renda (de pessoa física e jurídica) de forma a sonegar impostos.

Além de adquirir veículos e imóveis sem declarar ao Fisco, a banda apresenta divergências sobre valores pagos a título de distribuição de lucros e dividendos, movimentações bancárias incompatíveis com os rendimentos declarados, pagamentos elevados em espécie e também, diversas variações patrimoniais a descoberto.

Identificando indícios de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e associação criminosa, a PF emitiu 44 mandados de busca e apreensão e 32 de conduções coercitivas nas cidades de Fortaleza (CE), Russas (CE) e Souza (PB). Imóveis e veículos associados aos membros do grupo também foram bloqueados pela Justiça Federal.

Procurada pelo InfoMoney, a Aviões do Forró disse que está à disposição da Polícia Federal e da Justiça e que colaborará com todos os questionamentos em relação à operação.

Compartilhe