Pandemia

Auxílio emergencial: maioria dos brasileiros usa benefício para comprar comida, diz Datafolha

Estudo mostra também que parcela de 25% dos entrevistados usa o dinheiro para pagar contas

SÃO PAULO – Mais de 50% dos beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 usam o benefício para comprar comida, segundo dados da pesquisa Datafolha, do jornal Folha de S. Paulo, divulgada nesta quinta-feira (13).

Outro destino muito comum para o dinheiro é o pagamento de contas: cerca de 25% dos entrevistados usam as parcelas para este fim. Ainda, para 44% dos participantes o auxílio é a única fonte de renda atualmente.

Veja com o que os entrevistados gastam o dinheiro do benefício:

Destino do dinheiro Porcentagem de entrevistados
Compra de alimentos53%
Pagamento de contas25%
Pagamento de despesas da casa16%
Outras despesas4%
Compra de remédio/máscara/álcool em gel1%

PUBLICIDADE

Em termos de renda, 54% dos beneficiários entrevistados contam com até dois salários mínimos por mês. E 4% dos entrevistados que recebem o auxílio, possuem renda mensal de mais de 10 salários mínimos.

Renda mensal Beneficiários que recebem até este valor Beneficiários que não recebem até este valor 
Até 2 salários mínimos54%46%
Mais de 2 até 5 salários mínimos31%69%
Mais de 5 até 10 salários mínimos11%89%
Mais de 10 salários mínimos4%96%

Outro dado divulgado no estudo é referente à escolaridade. Dos beneficiários entrevistados, 78% não tem ensino superior completo. Veja:

Nível de ensinoSim Não 
Ensino Fundamental completo44%56%
Ensino Médio completo46%54%
Ensino Superior completo22% 78%

Por fim, o recorte por região indica que os beneficiários ouvidos estão concentrados majoritariamente nas regiões Nordeste e Norte e Centro-Oeste, que foram calculados de forma unificada pelo estudo:

Região Recebeu  auxílio Não  recebeu auxílio  
Norte/Centro-Oeste50%50%
Nordeste45%55%
Sudeste36%54%
Sul34%66%

A pesquisa também mostra que 49% dos entrevistados avaliam o governo do presidente Jair Bolsonaro ruim ou péssimo durante a pandemia. Outra parcela, de 26%, qualifica o governo como bom ou ótimo.

Foram entrevistados 2.065 brasileiros adultos que possuem celular entre os dias 11 e 12 de agosto. A margem de erro é de dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.