Ensino gratuito

99 vai distribuir 100 mil bolsas gratuitas de educação financeira para usuários

Aulas serão destinadas a clientes escolhidos por geolocalização, em regiões periféricas, e realizadas integralmente pelo WhatsApp

Por  Equipe InfoMoney

A 99 vai distribuir 100 mil bolsas de estudos gratuitas de educação financeira para usuários do aplicativo, anunciou nesta quarta-feira (20) a empresa durante evento de comemoração dos 2 anos do 99Pay, sua carteira digital de pagamentos. O curso está sendo desenvolvido pela startup social Barkus e tem previsão de começar em setembro.

As aulas serão destinadas a clientes das classes C e D, que serão escolhidos por geolocalização em regiões periféricas, e realizado integralmente pelo WhatsApp. O aplicativo de mensagens será a plataforma de ensino por estar presente em 99% dos smartphones brasileiros e porque muitas operadoras não descontam o uso do app dos dados dos clientes, inclusive em pré-pagos).

Os 100 mil usuários terão acesso a um curso focado no gerenciamento do dinheiro no dia a dia e na realidade dos usuários da 99 afetados pelo cenário macroeconômico. Pesquisa encomendada pela 99Pay e realizada pela Consumoteca com 1,2 mil pessoas em 2021 aponta que 60% da classe C retrocedeu sua renda nos últimos três anos, principalmente por conta da pandemia.

O levantamento aponta que só 9% da classe C investem no futuro e só 2% conseguem pensar em aposentadoria. Mais da metade das famílias entrevistadas (55%) vive com até R$ 3 mil por mês, o que segundo a 99 é insuficiente para pagar as contas do mês e investir em uma reserva.

A Barkus diz que as aulas serão guiadas por inteligência artificial e o conteúdo trará exemplos do cotidiano, para lidar com a vida financeira de maneira simples, direta e objetiva. “As dificuldades em lidar com as finanças para fazer o salário valer um pouco mais e caber no orçamento estão entre as principais preocupações do brasileiro”, afirma Bia Santos, CEO da Barkus.

A 99 diz ter atualmente mais de 20 milhões de clientes no Brasil, dos quais 7 milhões têm a carteira digital. O aplicativo de transporte faz parte da companhia chinesa Didi Chuxing (“DiDi”).

Anselmo Baccarini, head de comunicação da 99Pay, afirma que as 100 mil bolsas são uma forma “de trabalhar, de forma simples e descomplicada, pela democratização de serviços financeiros digitais, especialmente para as classes C e D que foram bastante impactadas economicamente pela crise que ainda vivemos”.

Mais criptomoedas

Outra novidade anunciada na comemoração dos 2 anos da 99Pay foi a ampliação das criptomoedas oferecidas no aplicativo. Além do Bitcoin (BTC), que já é oferecido desde outubro, a plataforma agora permite a negociação de Ethereum (ETH), Solana, Mana e USDC (uma stablecoin atrelada ao dólar).

O investimento mínimo é de R$ 10, mas a 99 disse que vai reduzi-lo para R$ 1 até o fim de agosto. As criptomoedas são custodiadas pela exchange Foxbit, e, no momento, não é possível transferir os ativos nem a wallet (apenas comprar e vendê-las dentro do próprio aplicativo).

Planeje seus gastos
Baixe de graça a planilha de controle financeiro com todos os cálculos para monitorar seus gastos mensais e veja um resumo sobre a evolução do seu orçamento ao longo do ano:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe