Finanças

5 dicas para lidar com os gastos de início do ano

No início do ano, é mais fácil lidar com gastos como IPTU, IPVA, materiais escolares e gastos do carnaval se tiver um planejamento

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após o final do carnaval, uma das dificuldades, além de voltar à rotina, é organizar as finanças acumuladas com as festas de final de ano, viagens, feriado, IPTU e IPVA e outros gastos que fazem do começo do ano um período difícil nesses termos.

“Mesmo sabendo que o orçamento vai ficar apertado, a maioria não tem o costume de se programar para essas despesas”, explicou Fábio Yamamoto, sócio da empresa de gestão corporativa Tiex. Mas, mesmo que as dívidas sejam grandes, o executivo explica que não é impossível – e nem difícil – escapar delas.

Confira as dicas que ele separou para planejar as contas:

Aprenda a investir na bolsa

1. Reserve recursos
Para conseguir lidar com todas as despesas do início do ano, que inevitavelmente são maiores, sem nenhum sufoco, uma boa dica é reservar recursos durante todo o ano. Para isso, é preciso sempre fazer uma estimativa do quanto será necessário para isso e reservar todo o mês esse valor, senão mais.

Além disso, é preciso tomar cuidados para que gastos excessivos ou demais despesas para que não atrapalhem essa poupança.

2. Parcele os pagamentos
O parcelamento de despesas é, por muitos especialistas, visto como algo ruim para o planejamento financeiro e orçamentário, tal como financiamentos e empréstimos. Entretanto, se for feito após uma avaliação das despesas, não é algo que deve ser evitado.

3. Postergar os gastos
Viagens, compras e outros gastos similares não necessariamente devem ser feitos naquele momento exato – é possível adiá-los. A não ser que tais gastos já tenham sido planejados, nessa época do ano o mais importante é economizar.

“Avaliar os gastos atuais e evitar compras desnecessárias não só ajudará neste início de ano estressante, mas trará uma economia permanente”, explicou Fábio.

4. Priorize suas contas
Um dos passos mais importantes é saber diferenciar os gastos inevitáveis e que, se não forem pagos, podem te prejudicar, dos gastos que podem ser adiados – assim, não é difícil identificar qual deve ser a prioridade de gastos.

PUBLICIDADE

Além disso, também é importante identificar qual é a melhor forma de pagamento para suas finanças. Por exemplo, apesar de ser interessante e benéfico pagar o IPVA e IPTU à vista, por conta dos descontos concedidos, isso pode zerar suas contas – e você não terá como lidar com possíveis imprevistos.

5. Aproveite o excesso
Se você já faz algum planejamento e, nesse período, teve uma folga no orçamento, não pense duas vezes antes de fazer alguma viagem ou programa de lazer com esse valor.