Até quando?

2021 teve 4,1 milhões de tentativas de fraude e registra recorde, aponta Serasa Experian

Segmento de bancos e cartões foi o principal foco dos golpistas, com 2,3 milhões de movimentações suspeitas

Por  Estadão Conteúdo -

O Brasil registrou, em 2021, cerca de 4,1 milhões de movimentações suspeitas de fraude, aponta o Indicador de Tentativas de Fraude da Serasa Experian.

O número representa um aumento de 16,8% em relação ao acumulado de 2020. Os dados ganham destaque por serem os mais expressivos de toda a série histórica, iniciada em 2011.

O segmento de bancos e cartões foi o principal foco dos golpistas, com 2,3 milhões de tentativas de fraude, aumento de 33,3% na comparação com o ano anterior. Apenas os setores de serviços e telefonia tiveram baixas, com quedas de 3,8% e 44%, respectivamente.

Já o recorte por idade mostra que os consumidores que possuem entre 36 e 50 anos foram os que mais sofreram ataques: 1,5 milhão do total. Na análise por região, o destaque fica para o Sudeste, com 2,1 milhões de movimentações suspeitas sinalizadas.

Para o diretor de Soluções de Identidade e Prevenção a Fraudes do Serasa Experian, Jaison Reis, os avanços tecnológicos impulsionados pela pandemia são, em sua maioria, positivos, mas também trazem consequências para os consumidores.

“O aumento das transações online em 2021 e os diversos novos serviços que passaram a ser oferecidos digitalmente são um prato cheio para os golpistas. Por isso, uma tentativa de fraude acontece no país a cada sete segundos”, avalia Reis.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe