Criptoativos

YouTube considera oferecer NFTs para criadores de conteúdo

A CEO da empresa, Susan Wojcicki, quer que usuários se beneficiem das novas tecnologias

Por  CoinDesk -

A CEO do YouTube, Susan Wojcicki, disse em uma carta aberta publicada nesta terça-feira (25) que a plataforma de streaming de vídeos está considerando oferecer tokens não fungíveis (NFTs) como uma forma de “ajudar os criadores a capitalizar tecnologias emergentes”.

No documento, que trata das prioridades do grupo em 2022, Wojcicki falou que sua equipe está olhando para o futuro e tem acompanhado tudo o que acontece na Web 3 “como fonte de inspiração para continuar inovando no YouTube”.

“No ano passado, o mundo das criptomoedas, tokens não fungíveis (NFTs) e das organizações autônomas descentralizadas (DAOs) mostrou uma oportunidade anteriormente inimaginável de aumentar a conexão entre criadores e seus fãs”, escreveu Wojcicki.

Na quinta-feira (20), o Twitter lançou um mecanismo oficial de verificação de NFTs em fotos de perfis. Isso envolve usuários vinculando sua carteira Ethereum ( ETH) à rede social e usando um token não fungível como imagem de perfil.

A CoinDesk entrou em contato com o Google, dono do YouTube, para mais comentários, mas não obteve resposta até o momento.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe