Negócio fechado

XP vende 31% do capital para General Atlantic por R$ 420 milhões

Após a capitalização, o plano de IPO da maior corretora independente brasileira é adiado em dois anos

SÃO PAULO –  A XP Investimentos, maior corretora independente e shopping financeiro do Brasil, confirmou a venda de 31% do capital à General Atlantic por cerca de R$ 420 milhões.

Capitalizada, a XP vai adiar por dois anos os planos de fazer seu IPO (oferta inicial de ações), informou o CEO e cofundador da corretora, Guilherme Benchimol. O negócio ainda precisa ser aprovado pelo Banco Central e pelo Ministério da Casa Civil. 

A General Atlantic é o quinto maior fundo de private equity do mundo e administra US$ 30 bilhões. Outro fundo de investimentos, a Actis, já havia comprado uma participação de 20% na XP em 2010 por R$ 100 milhões.

Agora a Actis vendeu uma fatia de 10% da XP à General Atlantic e continua com os outros 10%. Os 59% restantes permanecem nas mãos de Benchimol, Marcelo Maisonnave e cerca de 80 sócios que trabalham na operação.

Benchimol afirma que o negócio fortalecerá o caixa, a governança corporativa e a gestão de processos na XP. Executivos da General Atlantic participarão dos comitês executivos da empresa.

O fundo já fez operações semelhantes na Europa, na Ásia e nos Estados Unidos, ajudando no crescimento de empresas de diversos setores, inclusive o financeiro. Trará, portanto, uma experiência que tornará a XP mais bem-preparada para ser uma empresa de capital aberto no futuro.

A General Atlantic planeja ajudar a XP a desenvolver a plataforma de produtos, solidificando sua posição como o maior shopping financeiro do Brasil.

“O Brasil está sendo transformado por uma nova era de juros mais baixos e pelo desenvolvimento da classe investidora brasileira, que cada vez mais buscará canais independentes como a XP. (…) Com a taxa de juros real próxima de zero, os investidores buscarão fundos e produtos de renda fixa mais sofisticados. Nós acreditamos que a XP irá liderar o desenvolvimento desta nova indústria de investimentos para o varejo no Brasil.”, disse Martin Escobari, diretor da General Atlantic e responsável pela operação na América Latina. 

A XP Investimentos cresceu exponencialmente na última década. Foi criada como uma startup de agentes autônomos de investimento em 2001 e se tornou a maior corretora independente do Brasil.

PUBLICIDADE

Além da operação de varejo, a XP atende clientes institucionais através de equipes em São Paulo, Rio de Janeiro e Nova York, oferecendo serviços completos de corretagem de ações, renda fixa, derivativos e assessoria em finanças corporativas. Desde 2011, a XP também controla o InfoMoney, maior site de investimentos do Brasil.