Bolsa

XP vê cenário otimista para ações de shoppings em 2022; Multiplan (MULT3) é preferida

Para os analistas, ações ainda oferecem oportunidade, dado o desempenho inferior no acumulado do ano, assim como o valuation atrativo

Por  Mariana Zonta d'Ávila

A XP divulgou relatório nesta segunda-feira (20) em que atualiza suas estimativas para as operadoras de shopping centers brMalls (BRML3), Multiplan (MULT3), Iguatemi (IGTI11) e Log Commercial Properties (LOGG3), incorporando os resultados do terceiro trimestre, rolando o preço-alvo para 2022 e aumentando o custo de capital, impactado pelo cenário macro desafiador com taxas de juros mais altas.

Na avaliação dos analistas, as ações ainda estão atrativas, dado o desempenho inferior no acumulado do ano, assim como o valuation, da ordem de 8,5% considerando o retorno esperado com o fluxo de caixa das operações (FFO) para 2022.

“Continuamos vendo uma tendência positiva para as ações devido à reabertura mais rápida do que o esperado, com os nomes listados impulsionados pela resiliência do desempenho do portfólio em comparação com a indústria. Portanto, vemos um potencial de alta para a revisão de FFO por ação acima do consenso”, escrevem os analistas Renan Manda e Ygor Altero, que assinam o relatório.

Para a dupla, a aceleração da vacinação deve continuar a impulsionar a recuperação dos shoppings em 2022. Com isso, a expectativa é de que os dados operacionais e financeiros se recuperem “significativamente” no futuro, levando a um potencial risco de revisão para cima das estimativas acima do consenso.

“Os dados operacionais do segundo e terceiro trimestres já começam a dar sinais de rápida recuperação. Esperamos que essa tendência se acelere de forma mais pronunciada em 2022, dada a redução das restrições”, escreve o time de análise.

No setor, a preferência é por empresas com portfólio de shoppings premium e dominantes, uma vez que o time as vê como as mais propensas a se recuperarem acima da média do setor após a reabertura dos shoppings.

A top pick da casa é Multiplan, dada a combinação de ativos “de alta qualidade” bem distribuídos ao redor do país – o que deve permitir uma recuperação mais rápida do que seus pares após a reabertura, avaliam Manda e Altero. Os analistas veem ainda um valuation atrativo, de 6,6% para 2022.

A XP tem recomendação de compra para as ações MULT3 e estima um preço-alvo de R$ 28 para o próximo ano, o que implica potencial de alta de 40,35% em relação ao fechamento do último pregão.

Iguatemi tem recomendação elevada para compra

Com perspectivas otimistas para o segmento de shopping centers no próximo ano, a XP elevou a recomendação para as ações de Iguatemi de neutro para compra.

A justificativa recai sobre o potencial de crescimento advindo de dados operacionais acima das expectativas de mercado, além de um “robusto poder de fogo” após a recente reestruturação societária, levando a uma avenida de crescimento significativa, na avaliação dos analistas.

O time de análise diz ver ainda um retorno do fluxo de caixa das operações (FFO) de 9,1% em 2022, o que considera atrativo. A casa estima um preço-alvo de R$ 280 para as ações IGTI11, ou um potencial de valorização de 46% em relação ao último pregão.

No mesmo relatório, a XP reitera compra para os papéis de brMalls (BRML3) devido ao valuation atrativo. O preço-alvo é de R$ 12, ou um potencial de valorização de 43%.

“Dado o desempenho significativamente inferior das ações no acumulado do ano, ainda vemos um ponto de entrada atrativo para a brMalls, negociando a um FFO Yield de 9,4% para 2022. Como resultado, reiteramos a classificação das ações para compra”, escrevem Manda e Altero.

Por fim, a casa reitera a posição neutra nos papéis LOGG3. Incorporando os resultados referentes ao terceiro trimestre, o novo preço-alvo projetado é de R$ 28, implicando um upside limitado de 18%.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe