Crédito no campo

XP e VERT lançam DuAgro, fintech para facilitar acesso do produtor rural a crédito

O foco de atuação são os pequenos e médios produtores, que respondem por cerca de 70% do valor da produção total da agropecuária brasileira

Du Agro (Divulgação: XP e VERT)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A XP Inc. e a securitizadora VERT lançaram nesta quarta-feira (24) a DuAgro, fintech voltada para facilitar o acesso do produtor rural brasileiro a linhas de crédito desenhadas especificamente para o campo, promovendo o financiamento para a compra de insumos agrícolas.

“Em um contexto de insuficiência do crédito rural subsidiado, a empresa facilitará a disponibilização de recursos aos agricultores por meio da indústria e dos distribuidores de insumos”, destacam as companhias em comunicado.

O foco de atuação são os pequenos e médios produtores. Juntos, eles respondem por cerca de 70% do valor da produção total da agropecuária brasileira, mas enfrentam dificuldade de acesso ao crédito, concentrado em poucos bancos e indústrias.

Aprenda a investir na bolsa

A XP e a VERT ressaltam a importância do setor – correspondente a cerca de 25% do PIB do Brasil. O país também cumpre papel na segurança alimentar global e, por isso, sua produção precisa ser sustentável econômica e ambientalmente, destacam: “a DuAgro nasce com o propósito de fomentar esse novo agronegócio, comprometido com a responsabilidade socioambiental e, portanto, apto a acessar taxas melhores no mercado de investidores de green bonds e ESG”.

A aprovação de crédito na DuAgro é totalmente digital e, quando o produtor acessa a plataforma, o seu limite já está pré-aprovado no valor da compra, sendo necessário a confirmação dos dados cadastrais, upload dos documentos pessoais e assinatura eletrônica da CPR financeira (Cédula de Produto Rural – Financeira). Não há exigência de garantias, levando a uma maior agilidade do processo.

Fernanda Mello, CEO da DuAgro, ressalta que o agronegócio funciona por ciclos biológicos. “Portanto, os recursos precisam ser desembolsados no momento certo da compra de insumos. O calendário é por safra e não espera.”

A CEO ainda ressalta que, se a extensão territorial do Brasil leva a diferentes tipos de climas e solos, o que beneficia a agropecuária, ela também leva ao desafio da capilaridade. Assim, aponta, acessar pequenos e médios produtores é difícil porque eles estão espalhados. “A formalização de documentos físicos em cartórios inviabiliza muitas operações. Para resolver essas e outras questões, criamos uma ferramenta totalmente digital, que atende rapidamente o produtor em qualquer região do país.”

Bruno Constantino, da XP Inc., aponta que o agronegócio é o grande motor da economia brasileira e a entrada nesse setor é estratégica para a XP: “A criação da DuAgro reforça nosso ecossistema, dando acesso a crédito ao produtor rural, de forma ágil, inovadora e digital, ao mesmo tempo em que ajuda no desenvolvimento do mercado financeiro Brasileiro, com a criação de novos produtos”.

Invista na carreira mais promissora dos próximos 10 anos: aprenda a trabalhar no mercado financeiro em um curso gratuito do InfoMoney!

PUBLICIDADE