Vazamento

WikiLeaks divulga documentos da CIA no “maior vazamento de informações de inteligência da história”

Ainda não foi confirmada a autenticidade das informações e a CIA também não se pronunciou sobre o caso

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Wikileaks divulgou nesta terça-feira (7) milhares de documentos de um programa secreto de espionagem cibernética da CIA, a agência de inteligência dos Estados Unidos, como parte de uma série de sete pacotes que eles mesmos definiram como “o maior vazamento de informações de inteligência da história”.

O Wikileaks, dirigido pelo ativista australiano Julian Assange, tinha planejado uma entrevista coletiva através da internet para apresentar seu projeto “Vault 7”, mas, anunciou em seguida no Twitter que suas plataformas tinham sido atacadas e que tentarão fazer o evento mais tarde.

A primeira fase de divulgação, chamada “Ano Zero”, compreende 8.761 documentos e arquivos, procedentes de “uma rede isolada e de alta segurança situada no Centro de Inteligência Cibernética da CIA em Langley, na Virgínia”. Estão expostos os sistemas de espionagem cibernética, software maliciosos e outras armas digitais utilizadas pela agência de inteligência americana.

Aprenda a investir na bolsa

Ainda não foi confirmada a autenticidade das informações e a CIA também não se pronunciou sobre o caso. O Wikileaks afirmou que obteve os documentos de uma pessoa que teve acesso a eles quando a CIA perdeu o controle sobre os mesmos. Segundo o site, a coleção chegou nas mãos de antigos hackers do governo e de outros agentes de maneira “não autorizada”, e um deles “proporcionou porções do arquivo” ao site.