Westwing (WEST3) tem queda de 19,6% nas vendas brutas durante segundo trimestre de 2023

Companhia divulgou sua prévia operacional nesta manhã de quarta-feira (19)

Felipe Moreira

Loja da Westwing (Divulgação)

Publicidade

A Westwing Comércio Varejista S.A. (WEST3) divulgou, nesta quarta-feira (19), uma apresentação sobre os planos da administração para a companhia, a qual inclui, dentre outras informações, dados prévios operacionais não auditados referentes ao segundo trimestre (2T23) e suas projeções de reduções de despesas até o final de 2023.

O volume de vendas brutas (GMV, na sigla em inglês) atingiu a cifra de R$ 68,1 milhões no 2T23, representando uma redução de 19,6% na base anual, mas um avanço de 3,4% quando comparado ao 1T23.

Em junho, o GMV de produtos disponíveis (SKUs) novos adicionados ao WestwingNow, como parte do Projeto de Expansão de Sortimento sem Estoque via Milk-Run atingiu 11% do GMV total do canal.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Segundo relatório, houve um crescimento de 40% dos SKUs cadastrados no Now entre maio e julho.

No primeiro semestre deste ano, 75% dos leads tiveram origem de marketing orgânico (comparado a 50% em 2022), sendo que o GMV por lead foi 72% superior a 2022.

A Westwing também prevê um crescimento de 117% na base anual de coleções de móveis de private label em 2023.

Continua depois da publicidade

Com relação as reduções de despesas fixas, a companhia estima um montante estimado de R$ 5,5 a 8 milhões no 4T23 em relação ao 1T23, o que representa de 12 a 18% da receita líquida do 1T23.