Walmart corta projeções de lucro, com consumidores gastando mais com alimentos; ações desabam no after-market

A varejista já havia reduzido suas projeções de lucro no trimestre passado apontando a inflação como principal vilã.

Felipe Moreira

Publicidade

O Walmart cortou nesta segunda-feira (25) sua projeção (guidance) de lucro trimestral e anual, relatando que a inflação está fazendo com que os compradores gastem mais em necessidades como alimentos e menos em itens como roupas e eletrônicos. Com isso, as ações da companhia recuavam 9,76%, cotadas a US$ 119,14, às 18h50 (horário de Brasília), no pré-market da Bolsa americana. 

Segundo a varejista, o lucro ajustado por ação para o segundo trimestre e o ano inteiro deve cair cerca de 8% a 9% e 11% a 13%, respectivamente. Anteriormente, a companhia projetava que eles ficassem estáveis ​​para subir um pouco no segundo trimestre e caíssem 1% em 2022.

A inflação nos EUA atingiu o maior patamar em quatro décadas. Com a inflação batendo na porta, alguns consumidores estão escolhendo onde gastar dinheiro e onde economizar. Em alguns casos, eles estão priorizando experiências que perderam durante a pandemia – como gastar mais nas férias ou jantar em um restaurante.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Dessa forma, o Walmart tem visto que mais clientes estão recorrendo às suas lojas, conhecidas por preços baixos, para encher suas despensas e geladeiras – mas evitando mercadorias em geral sem as quais podem viver.

A varejista já havia reduzido suas projeções de lucro no trimestre passado apontando a inflação como principal vilã.

O Walmart estima que as vendas nas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) nos EUA aumentem cerca de 6% no segundo trimestre, excluindo combustível, à medida que os clientes compram mais alimentos em suas lojas. A projeção é maior do que o aumento de 4% a 5% que a empresa esperava anteriormente.

Continua depois da publicidade

No entanto, o novo mix de mercadorias pesará nos lucros da empresa, pois mantimentos têm margens de lucro menores do que itens discricionários, como TVs e roupas.

Durante o trimestre, a empresa avançou na redução de estoque, gerenciando preços para refletir certos custos e inflação da cadeia de suprimentos e reduzindo os custos de armazenamento associados a uma carteira de contêineres.

“Os níveis crescentes de inflação de alimentos e combustíveis estão afetando a forma como os clientes gastam e, embora tenhamos feito um bom progresso em categorias de linha dura (como eletros), o vestuário no Walmart dos EUA está exigindo mais desconto”, disse Doug McMillon, presidente e diretor executivo do Walmart.

Segundo o executivo, a companhia está registrando fortes vendas de volta às aulas nos EUA.

A Target também cortou seu guidance para 2T22. No mês passado, a empresa disse que suas margens de lucro seriam afetadas ao cancelar pedidos e remarcar mercadorias. A empresa atribuiu amplamente a previsão revisada ao excesso de mercadorias, incluindo muitos itens volumosos, como pequenos eletrodomésticos, que tiveram queda na demanda.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.