Wal-Mart reduz preços e aumenta estimativas de lucro para o primeiro trimestre

Para março, a varejista projeta um aumento de 0,7% nas vendas, impulsionadas pelos preços mais atraentes

Por  Giulia Santos Camillo -

SÃO PAULO – O Wal-Mart, a maior varejista do mundo, divulgou os dados financeiros de março, apontando um aumento de 0,7% nas vendas, com contínuo fortalecimento nos três maiores setores: saúde, alimentos e entretenimento.

Com essa tendência, a empresa também aumentou as previsões para os ganhos no primeiro trimestre de 2008. Segundo as estimativas do Wal-Mart, o lucro por ação deve ficar entre US$ 0,74 e US$ 0,76. As projeções anteriores eram de ganhos entre US$ 0,70 e US$ 0,74 por ação.

Para as lojas abertas há mais de um ano, a varejista estima um aumento de 2% nas vendas de março. Em abril, esse avanço deve ficar entre 1% e 3%, de acordo com o comunicado divulgado pelo Wal-Mart nesta quinta-feira.

Preços mais baixos

Para fazer frente à diminuição do consumo, o Wal-Mart reduziu os preços em até 30% em janeiro, conseguindo assim resultados acima dos concorrentes, principalmente da Target.
Após a divulgação das novas estimativas, as ações da empresa, que haviam fechado em queda, apresentam valorização de cerca de 1% no pré-market de Wall Street.

Compartilhe