Bolsa

Volátil, Ibovespa segue indefinido na última hora do pregão

Autoridade monetária continua compras de papéis lastrados em hipotecas e anuncia programa de US$ 45 bilhões por mês a títulos de longo prazo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Depois do anúncio do Federal Reserve que iria estender os programas de estímulo terem animado o mercado, chegando a subir 0,30%, o Ibovespa voltou a perder forças. Às 16h56 (horário de Brasília), o benchmark registrava baixa de 0,04%, aos 59.597 pontos, mostrando indefinição nos minutos finais de negociação. 

Às 15h30, o Fomc (Federal Open Market Committee), semelhante ao Copom (Comitê de Política Monetária) brasileiro, revelou que a autoridade monetária dará continuidade às compras de US$ 40 bilhões por mês em papéis lastreados em hipotecas.

Adicionalmente, o Fomc anunciou um programa de US$ 45 bilhões mensais destinados à compra de títulos de longo prazo do Tesouro, em uma tentativa de reduzir a taxa de desemprego no país. O programa entra em efeito em janeiro.

No fim deste ano expirará a Operação Twist, onde o banco central troca US$ 45 bilhões em títulos de curto prazo por outros de longo prazo.

A autoridade monetária também revelou que as taxas de juros continuarão baixas enquanto a taxa de desemprego permanecer acima de 6,5%, desde que a inflação projetada para um a dois anos não ultrapasse os 2,5%. Antes, os juros baixos continuariam até meados de 2015.