Análise Técnica

“Viver de day trade com capital limitado é ilusão”, diz Wagner Caetano

Diretor da plataforma Cartezyan com 12 anos de experiência na Bolsa será um dos 4 traders que participarão semanalmente do programa de análise técnica do InfoMoney TV

SÃO PAULO – Viver de “trades” pode parecer um estilo de vida muito atraente para começa a se aventurar na Bolsa. Mas quem acredita que preencher boletas de compra e venda de ações todos os dias é uma forma sustentável e garantida de levar a vida está caindo numa ilusão, diz Wagner Caetano, diretor da Cartezyan e investidor com 12 anos de experiência na Bolsa.

“Viver de operações curtas, especialmente day trade, com um capital limitado e buscando subsistência é ilusão”, afirma Caetano. Para ele, é muito possível viver de investimentos, desde que o trader faça uma mescla de Bovespa com renda fixa e imóveis, diversificando suas alternativas de rentabilizar o patrimônio.

Wagner Caetano é um dos 4 traders que estarão no InfoMoney TV para fazer uma análise semanal sobre o Ibovespa e quais ações estão em um bom ponto para operações de compra ou de venda a descoberto. Completam o time de analistas: Fernando Góes (analista técnico da Clear Corretora), Leandro Martins (analista-chefe da Walpires Corretora) e Lauro Vilares (operador da Leandro & Stormer). O programa irá ao ar toda sexta-feira após o fechamento do pregão e tem estreia agendada para este dia 29 de agosto. Confira abaixo um bate papo rápido que o grafista teve com o InfoMoney:

InfoMoney – Desde quando está na Bovespa?

Wagner Caetano – Estou na bolsa desde outubro de 2002.

IM – O que te fez buscar essa profissão?

WC – Tudo aconteceu de forma inesperada: eu era estudante de engenharia, trabalhava com robótica, viajava muito ao exterior para estudar e lia sobre o mercado financeiro nas viagens para passar o tempo. Conciliei as duas atividades durante 4 anos, estudando, fazendo cursos, lendo e testando as metodologias que aprendia na prática. Quando acumulei capital e me senti preparado, deixei a minha profissão anterior e mergulhei no mercado financeiro. A força motriz foi a possibilidade de acumular riqueza com melhor qualidade de vida e a liberdade.

IM- Qual o maior ensinamento que a vida de trader te deu?

WC – O maior ensinamento é que nem sempre estamos certos, mesmo que as evidências indiquem que sim. Isso serve para que tenhamos humildade e dinâmica para mudar a rota quando o caminho está errado.

PUBLICIDADE

IM – Que dica você daria para o investidor que está começando a operar agora?

WC – Primeiramente que o mercado financeiro é um universo fascinante, onde temos contato diário com política, economia, informática, geografia, história, psicologia, matemática, estatística e tantas outras ciências, o que nos enriquece como seres humanos. Como dica, sugiro que estude muito, procure uma boa corretora, um bom programa para estudos e estratégias. Além disso, tenha disciplina, um bom computador e conexão rápida e estável.

IM – E que dica você daria para quem investe todo dia e já se considera um trader?

WC – A dica é evitar o mercado a termo, opções e day trade com alavancagem. Operando de forma direcional, seguindo a tendência de curto prazo, o trader leva um estilo de vida saudável e tem o fator tempo a seu favor, evitando movimentos erráticos e especulativos. Além disso deve ter habilidade para identificar o “market mover” do momento, ou seja, o que imprime pressão compradora ou vendedora de forma mais relevante naquele período.

IM – O que você faz quando não está operando?

WC – Quando não estou operando eu vou ao estádio, pratico Muay Thai e convivo com a minha família. Tenho dois filhos, um garoto de 15 anos e uma bebê de 1 ano, Gabriel e Rayka.

IM- É possível viver de Bolsa?

WC – É possível viver de investimentos, incluindo imóveis, renda fixa e bolsa. Viver de operações curtas, especialmente day trade, com um capital limitado e necessário para a subsistência é ilusão. Entendo que os formadores de opinião devem ser cuidadosos, principalmente quando lidam com investidores jovens e iniciantes.

PUBLICIDADE