Vibra (VBBR3) pagará Juros sobre Capital Próprio (JCP), Suzano (SUZB3) capta R$ 2 bi via debêntures e mais notícias

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta terça-feira (19)

Felipe Moreira

Publicidade

O radar corporativo desta terça-feira (19) traz anúncio de distribuição por parte de Vibra Energia (VBBR3) do valor bruto de R$ 478,4 milhões em juros sobre capital próprio (JCP).

A Suzano (SUZB3) anunciou a captação de R$ 2 bilhões por meio da 10ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única.

Já a Sabesp (SBSP3), por sua vez, anunciou o encaminhamento de anteprojeto para desestatização da empresa.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

No mais, a Tim (TIMS3) pagará JCP no valor de R$ 425 milhões aos acionistas.

Enquanto isso, a Embraer informou que vendeu a sua unidade de software antifraude para Serasa Experian.

Por fim, a Itaúsa (ITSA4) aprovou distribuição de JCP no valor bruto de R$ 0,1165 por ação

Continua depois da publicidade

Confira mais destaques:

Vibra Energia (VBBR3)

O Conselho de Administração da Vibra Energia (VBBR3) aprovou nesta segunda-feira (18) a distribuição de remuneração antecipada aos acionistas, sob a forma de juros sobre o capital próprio (JCP), referente ao exercício social de 2023.

O montante bruto será de R$ 478,4 milhões, equivalentes a aproximadamente R$ 0,42909543292 por ação.

O pagamento será efetuado até o dia 30 de junho de 2024, sem atualização ou correção monetária, com base na posição acionária do dia 21 de setembro 2023 (inclusive).

As ações de emissão da Companhia passarão a ser negociadas ex-juros sobre capital próprio a partir de 22 de setembro de 2023.

Esta antecipação deverá compor o dividendo mínimo obrigatório do exercício social 2023, sem prejuízo de outras eventuais distribuições a serem definidas até a AGO.

A efetiva data de pagamento será oportunamente objeto de nova comunicação ao mercado.

Sabesp (SBSP3)

A Sabesp (SBSP3) informou na última segunda-feira que o Conselho Diretor do Programa Estadual de Desestatização (CDPED) deliberou pelo encaminhamento do anteprojeto da lei de desestatização da Sabesp ao gabinete do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas.

De acordo com fato relevante, o CDPED recomenda que o encaminhamento seja feito pela Secretaria de Parcerias em Investimentos e pela Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística.

O CDPED ainda recomendou que a empresa inicie o procedimento para seleção e contratação dos bancos coordenadores e demais serviços necessários à futura oferta pública.

Suzano (SUZB3)

A Suzano (SUZB3) anunciou a captação de R$ 2 bilhões através da 10ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única.

Os recursos líquidos obtidos pela companhia com as debêntures serão integralmente destinados a investimentos relativos à geração de energia no âmbito do Projeto Cerrado.

BRB – Banco de Brasília (BSLI3)

O BRB – Banco de Brasília (BSLI3) aprovou a distribuição de Juros sobre o Capital Próprio (JCP) no valor total de R$ 35,4 milhões, que correspondem ao valor bruto de R$ 0,095271300 por ação ON e R$ 0,104798430 por ação PN.

O montante tem como base o resultado auferido e divulgado do 1º semestre do ano corrente, deduzido dos valores totais já distribuídos no período, utilizando-se, também, de reserva estatutária.

Terão direito aos Juros sobre o Capital Próprio os acionistas possuidores de ações no dia 21.09.2023, sendo seu crédito correspondente realizado no dia 29.09.2023.

Eucatex (EUCA4)

A Brascorp informou à Eucatex que protocolou perante a CVM e B3 a documentação atualizada da oferta pública de aquisição, em conformidade com o novo Laudo de Avaliação elaborado pela Meden Consultoria Empresarial Ltda.

Conforme comunicado pela Ofertante, tendo em vista o procedimento de revisão de preço e nova avaliação requeridos por acionistas minoritários, bem como o resultado apurado pelo Novo Laudo de Avaliação, a documentação foi atualizada para refletir que a Oferta será lançada ao preço de R$ 13,38 por ação ordinária.

Embraer (EMBR3)

A Tempest Serviços de Informática, controlada da Embraer (EMBR3), assinou nesta segunda-feira (18) contrato para alienação da AllowMe Tecnologias Ltda., unidade de negócios da Tempest dedicada a software antifraude para a Serasa Experian.

As partes acordaram o preço de venda de, aproximadamente, US$ 45 milhões, a ser pago à vista, na data do fechamento da transação, sujeito a ajuste posterior nos termos do contrato.

TIM (TIMS3)

A operadora de telefonia TIM (TIMS3) aprovou, nesta segunda-feira (18), a distribuição de R$ 425 milhões a título de Juros Sobre Capital Próprio (JCP). O montante bruto por ação é de R$ R$ 0,175576373.

O pagamento ocorrerá até o dia 23 de outubro de 2023, sendo a data de 21 de setembro de 2023 como aquela que servirá para identificar os acionistas com direito aos proventos.

Desta forma, as ações adquiridas após a referida data estarão ex-direito de distribuição de JCP.

Itaúsa (ITSA4)

A Itaúsa (ITSA4) aprovou a distribuição de juros sobre o capital próprio no valor bruto de R$ 0,1165 por ação.

Os proventos serão pagos até 30 de dezembro de 2024 com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,099025 por ação.

A distribuição será realizada com base na posição acionária final do dia 21 de setembro de 2023 e serão imputados ao valor do dividendo do exercício de 2023.