Novas soluções

Vibra (VBBR3) compra 50% da ZEG Biogás e prevê até R$ 412 milhões para novos projetos

ZEG Biogás e Energia é dedicada a soluções de biogás e biometano para substituição do uso do gás natural e outros combustíveis fósseis

Por  Equipe InfoMoney

A Vibra Energia (VBBR3) anunciou nesta segunda-feira que assinou um contrato para aquisição de 50% do capital social da ZEG Biogás e Energia, empresa dedicada a soluções de biogás e biometano para substituição do uso do gás natural convencional e outros combustíveis fósseis, como óleo diesel e GLP.

A operação envolve um aporte primário de 30 milhões de reais, no fechamento da operação, e uma parcela secundária de 129,5 milhões de reais, segundo comunicado.

A companhia também disse que se comprometeu com aporte de até 412 milhões no negócio nos próximos anos para execução de novos projetos de biogás e biometano, dos quais 206 milhões de reais seriam referentes à participação de 50% da Vibra e os outros 206 milhões de reais seriam aportados em nome dos demais sócios.

“A operação complementa a plataforma de produtos e serviços renováveis da Vibra, reforçando a posição de relevância da Companhia no processo de transição e descarbonização da matriz energética brasileira, por meio da ampliação da oferta de energia mais limpa, renovável e sustentável”, disse a Vibra.

A ZEG Biogás tem potencial de atingir produção de mais de 2 milhões de metros cúbicos por dia em até cinco anos.

Ainda segundo comunicado, a Vibra negociou opções de compras futuras do capital da ZEG Biogás, a valor de mercado. Na primeira opção, a Vibra pode ser titular de 70% do capital social da empresa e, na segunda, ser titular da integralidade das ações.

A efetiva conclusão da operação estará sujeita a determinadas condições precedentes, incluindo a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Para a Eleven, com a aquisição, a Vibra dá mais um passo na transição e descarbonização.

A compra “reforça a plataforma de produtos e serviços renováveis da Vibra, em linha com a estratégia de transição e descarbonização da matriz energética brasileira, por meio da ampliação da oferta de energia mais limpa, renovável e sustentável”. A recomendação é de compra de VBBR3, com preço-alvo de R$ 36,00.

O Credit Suisse aponta a compra como marginalmente positiva. O movimento permite outra via de crescimento renovável para a companhia.

(com Reuters)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe